Importar e legalizar uma mota em Portugal

Nesta página: guia para importar e legalizar uma mota em Portugal.

Importar e legalizar uma mota em Portugal é mais ou menos igual a importar e legalizar um carro.
No entanto, existem algumas pequenas diferenças que vou tentar descrever neste artigo.

Por mota, entenda-se que me refiro a qualquer motociclo (duas rodas), triciclo (três rodas) ou quadriciclo (quatro rodas) - o que inclui ATV, motoquatro, sidecars, can-am, etc. - com mais de 50cm3.
Este artigo fala sobre importar e legalizar mas, pode ser aplicado em todos os casos em que a mota já está em Portugal mas não tem matrícula portuguesa.

Quais são então as diferenças entre importar e legalizar uma mota e um carro?

Quais são os cuidados a ter ao importar e legalizar uma mota?

Quanto custa por alto legalizar uma mota em Portugal?
O custo para legalizar uma mota é dividido em dois grandes grupos: os impostos e as burocracias.
O mínimo dos mínimos é 110€, que inclui apenas as burocracias obrigatórias (DUA + registo + placa matrícula), aplicável quando a mota está isenta de impostos e já tem homologação em Portugal.
A este valor pode ser necessário adicionar:

Numa situação extrema, o máximo a pagar por importar uma mota da UE será cerca de 700€.
Para importar fora da UE só se poderá saber o custo sabendo o valor da mota e de todos os custos associados (transporte, etc.), porque parte dos impostos a pagar são em percentagem e incidem sobre estes valores.

Em que casos é que há isenção de impostos?
Regra geral, apenas quando muda de residência para Portugal.
O facto de ser de um emigrante, de ser de um familiar no estrangeiro, de já estar em Portugal ou de qualquer outra situação parecida não dá qualquer tipo de isenção.

Há diferentes tipos de legalização?
Não. Seja qual for a situação, esteja já em Portugal ou não, seja de quem for, residente ou não, a legalização é sempre feita de igual forma - as únicas variáveis são em relação à homologação da mota (que explico mais abaixo).

Qual é o custo do ISV?
O ISV pode custar um máximo de 222,27€ (em 2020) para motos com mais de 750cm3. Ver tabela ISV motas 2020.
Motas importadas fora da UE pagam como se fossem novas, motas importadas da UE têm um desconto de idade.
O ideal é utilizar o simulador que dá o valor de ISV exacto a pagar em todas as situações.

E o IVA?
Motas usadas importadas da UE não pagam IVA.
Nos restantes casos, o IVA é de 23% sobre o total (mota + despesas + impostos) e paga-se em duas situações diferentes:

É considerada nova a mota que tem menos de 6 meses de matrícula ou 6.000km.
Basta uma destas condições para ser considerada nova: uma mota com 1 ano e 2.000km é considerada nova, assim como uma mota com 5 meses e 10.000km.
Para ser considerada usada e não pagar IVA se importada de um país da UE, tem que ter mais de 6 meses de matrícula e mais de 6.000km. Estas condições têem que existir no momento da compra (não no momento da legalização), por isso, não pode vir a conduzir para fazer os 6.000km ou os 6 meses pelo caminho. Para mais informações sobre isto: IVA na importação de veículos.

Como é que é calculado o IVA se for importada fora da UE?
O IVA a pagar é sempre calculado sobre a soma de todos os custos. A conta é relativamente simples de se fazer:
(preço de compra da mota + transporte + seguro + taxas aduaneiras + ISV) * 0,23 = IVA a pagar

E as motas eléctricas?
Motas eléctricas não pagam ISV e IUC. Pagam taxas aduaneiras e IVA sempre que aplicável - ver respostas acima.

E as taxas aduaneiras?
As taxas aduaneiras apenas se pagam se importar de fora da UE e podem ir de 0% a 6,5%, conforme o tipo de mota e o país de origem. Conte sempre com 6,5% para não ter surpresas.

Quanto é que custa a legalização em si, sem impostos?
A legalização tem 3 custos obrigatórios:

Depois, pode ter outros 3 custos variáveis que dependem muito de várias coisas:

A mota já está em Portugal, como é que faço?
O procedimento é exactamente o mesmo, esteja a mota em Portugal ou não.

Quando é que é preciso o COC ou a homologação?
O COC é preciso sempre que não haja homologação nacional.
Se não houver COC (importações da China, por exemplo), é preciso fazer a homologação nacional.
Para saber se uma mota está homologada em Portugal, terá que se dirigir ao IMT e com o livrete da mota (ou cópia), pedir o número de homologação nacional, se existir. Para mais informações sobre isto: homologação de veículos.

E o teste de ruído?
Se a mota tiver número de homologação nacional ou COC, da informação que tenho recebido, o IMT não costuma pedir o teste de ruído.
Mas, é importante ressalvar que pode sempre pedir o teste de ruído, em qualquer situação.
Se a mota não tiver COC ou homologação, é quase certo que o teste de ruído será pedido.
O teste de ruído é feito em entidades externas que são especializadas e estão licenciadas pelo IMT para o fazer - com uma pesquisa no Google encontra quem faça esse serviço sem dificuldades - atenção que poderá ter que se deslocar bastante da sua área de residência.

E a inspecção, não é necessária?
Aplica-se o mesmo que ao teste de ruído - pode ser pedida num centro do IMT mas, ao mesmo tempo, pode não ser pedida.

Como é que faço a legalização?
O processo é praticamente igual ao dos automóveis, só não precisa da inspecção num centro de inspecções, as restantes diferenças já foram descritas acima.
Leia o guia para legalização de veículos em Portugal para saber mais.

Importar da Suíça, como é?
É como se estivesse a importar fora da UE - paga taxas aduaneiras, ISV por inteiro e IVA a 23%. O processo de legalização é igual ao de um carro, além do "normal", precisa de uma declaração de saída da Suíça e de uma declaração de entrada em Portugal - está tudo explicado no guia para legalizar. Para mais informações sobre isto: importação de veículos da Suíça.

A mota já é minha ou foi-me dada, como é que sei o custo da mesma (para calcular o IVA por exemplo)?
O valor da mota é declarado por si.
Se a AT julgar que o valor declarado não está em consonância com o valor real, ser-lhe-ão solicitadas provas documentais que comprovem o valor declarado.
Se a mota é sua ou foi doada, terá que fazer uma avaliação da mesma. Como fazer esta avaliação?
Procure nos anúncios classificados do país de origem qual o preço médio dessa mota ou de outras o mais similares possível (marca, modelo, tipo, cilindrada, ano, etc.).
Pode também pedir uma avaliação escrita a um comerciante, como se fosse fazer uma venda ao mesmo.

E o IUC?
As motas importadas pagam sempre conforme a data da primeira matrícula, seja lá de onde for essa primeira matrícula. Uma mota da Suíça de 1980 importada em 2020 não paga IUC, tal como uma mota portuguesa de 1980. Ver a tabela IUC motas 2020.

E na compra, como é devo fazer?
As regras variam bastante de país para país mas, a título de exemplo, veja o guia para comprar na Alemanha - é sobre carros mas, mais uma vez, os princípios são quase os mesmos.

30.12.2019. 11:59

FD em 20.01.2020. 20:42

@Marco em 20.01.2020. 19:16

O processo completo não, mas parte sim.
Em princípio terá que pedir a reposição das matrículas e depois fazer uma inspecção.

Marco em 20.01.2020. 19:16

Meu carro tinha matriculas portuguesas, mas legalizei em jersey, e anulei as matriculas em pt.
agora quero voltar para portugal e levar o carro comigo. Preciso passar pelo processo de legalizaçao completo?

Escrever um comentário ou colocar uma dúvida

POR FAVOR leia a página toda antes de fazer perguntas que já estão respondidas no texto principal! Obrigado.

:

:

:


Em que ano é que estamos?

Por uma questão de rapidez na resposta e de poupança de espaço, considere que as minhas respostas incluem sempre os normais cumprimentos. :)

Melhor informação nas notícias sobre tributação automóvel - um pedido

Acerca do impostosobreveiculos.info | Contacto

Todas as informações pretendem ser de leitura clara, simples e acessível, com o objectivo de constituirem um primeiro acesso à informação pretendida.
Por essa razão, poderão não ser totalmente completas ou tecnicamente exactas. No entanto, são dadas de boa fé e com base fundamentada na legislação em vigor.
Devido ao contexto e unicidade de cada caso, sempre que necessário, todas as informações deverão ser validadas por escrito junto da entidade oficial responsável.

Todos os direitos reservados - é permitida a cópia ou reutilização de partes deste sítio desde que seja atribuída a sua origem e autoria.
Política de Privacidade e de Tratamento de Dados Pessoais