A descida do IUC nos importados usados em 2020

Nesta página: explico o que vai acontecer a partir de 2020 aos carros importados usados em relação ao IUC (Imposto Único Circulação).

Resumo: o IUC de alguns importados usados vai baixar em 2020, vão passar a pagar pela data da primeira matrícula, desde que esta seja de um país da UE ou do Espaço Económico Europeu (EEE).

Última actualização: 9 de Janeiro 2020.

Este texto apenas se refere ao IUC (imposto anual), não deve ser confundido com a questão dos importados usados e do ISV (imposto de matrícula).
Se procura informação sobre esse tema, está nesta página: ponto da situação ISV, CO2 e importados para 2020.

Se está à procura de informação sobre a devolução do IUC cobrado em excesso, escrevi sobre isso noutra página: como pedir a devolução do IUC dos carros importados.


Como escrevi aqui, em Setembro de 2019 a legislação foi alterada e a forma de cálculo do IUC a pagar pelos automóveis usados importados mudou.
Esta mudança é definitiva e está a ser aplicada desde 1 de Janeiro de 2020 - muitas pessoas ainda duvidam que tal aconteça mas, é garantido, acredite.
Não confunda a entrada em vigor desta mudança com a entrada em vigor do Orçamento de Estado de 2020 - são coisas diferentes e independentes - esta mudança entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2020, o Orçamento de Estado para 2020 apenas entrará em vigor em Março/Abril de 2020 mas não tem qualquer influência ou relação com esta questão dos importados usados passarem a pagar o IUC pela data da primeira matrícula.

Vou tentar explicar aqui as mudanças e esclarecer algumas dúvidas que possam surgir.

Quais são os carros afectados por esta mudança?
Todos os carros importados de um país da UE ou do Espaço Económico Europeu (UE + Noruega, Islândia e Liechtenstein) para Portugal a partir de 1 de Julho de 2007, cuja primeira matrícula no país de origem seja anterior a 1 de Julho de 2007.
Isto aplica-se aos carros que já estão em Portugal e que pagavam o IUC "novo" e aos que hão-de ser importados, desde que cumpram todos os critérios indicados.
Não se aplica a carros de outros países, como por exemplo a Suíça, a Andorra ou os Estados Unidos.

São então três as condições para que um carro veja o IUC baixar em 2020, por ordem eliminatória:

Há dois casos especiais em que a descida do IUC não respeita as regras atrás descritas. Nestes casos as descidas não são tão significativas e as situações não são tão comuns.

Um caso é o dos importados usados com data da primeira matrícula entre 1 de Julho de 2007 e 31 de Dezembro de 2009, e com a data da matrícula portuguesa com ano diferente do da matrícula original - por exemplo, a primeira matrícula é de 2008 e a matrícula portuguesa é de 2016.
Esta baixa do valor do IUC não é tão substancial quanto os casos acima descritos mas, pode atingir os 15%.
Esta descida deve-se à alteração do ano considerado na tabela do coeficiente do IUC.

O outro caso é o dos automóveis com emissões de CO2 superiores a 180g/km importados a partir de 1 de Janeiro de 2017 mas, com a primeira matrícula num país da UE+EEE entre 1 de Julho de 2007 e 31 de Dezembro de 2016, neste caso deixarão de pagar esta taxa adicional do IUC (29,30€ ou 58,79€ conforme o escalão).

Exemplos:

Automóveis afectados pela mudança do IUC em 2020
País de origem Primeira matrícula Matrícula portuguesa O IUC vai baixar em 2020? Porquê?
Alemanha 2005 2008 Sim Pertence à UE, a primeira matrícula é anterior a 1/7/2007 e a matrícula portuguesa é posterior a 1/7/2007
Suíça 2006 2009 Não A Suíça não pertence à UE+EEE
Espanha 1980 2010 Sim Pertence à UE, a primeira matrícula é anterior a 1/7/2007 e a matrícula portuguesa é posterior a 1/7/2007
Bélgica 2002 2006 Não A matrícula portuguesa é anterior a 1/7/2007
EUA 1975 2011 Não Os EUA não pertencem à UE+EEE
França 2015 2019 Não A primeira matrícula é posterior a 1/7/2007
Itália Agosto
2007
2011 Sim Caso especial, o coeficiente do IUC muda de 1,15 para 1,00

O meu carro é abrangido pela mudança, como é que sei quanto é que vou pagar em 2020?
Use o simulador de IUC e no campo "Data da matrícula portuguesa?" escolha a data da primeira matrícula no país de origem da UE+EEE.
As emissões de CO2 nestes casos deixam de ser consideradas para o cálculo do IUC.
Se tiver dúvidas em relação à simulação, pode também ver as tabelas do IUC correspondentes.

Preciso fazer alguma coisa para usufruir desta mudança?
Em princípio, não, desde que o seu carro cumpra as condições acima descritas, os novos valores deverão ser aplicados automaticamente.
No entanto, sugiro que em 2020, no mês anterior ao mês da matrícula, verifique na sua área de veículos do Portal das Finanças se os novos valores já lá estão reflectidos.
De qualquer forma, sugiro que leia a pergunta e resposta imediatamente a seguir a esta.

Consultei os valores do IUC para 2020 no Portal das Finanças para o meu carro e continua com os valores antigos, o que fazer?
Em veículos importados antes de 1 de Janeiro de 2018 a AT não dispõe da informação da primeira matrícula e do país de origem no sistema de cobrança do IUC. Durante o ano de 2020 o sistema será actualizado de forma a que, quando for pagar, possa confirmar a data e o país da primeira matrícula, de maneira a que pague o valor actualizado.
Enquanto essa actualização não ocorre, terá que pedir por sua iniciativa a actualização dessa informação no cadastro das Finanças.
Citando a nota informativa da AT:

Até à disponibilização dessa funcionalidade, os contribuintes podem remeter esta informação à AT através do e-Balcão do Portal das Finanças (disponível em https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/formularioContacto.action​) ou dos Serviços de Finanças, os quais procederão à atualização do cadastro do veículo, para todos os efeitos legais. No e-Balcão, os contribuintes devem escolher a opção “Registar nova questão" e, na página seguinte, em “Imposto ou área" escolher “IMT/IS/IUC", em “Tipo de questão" escolher “IUC" e em “Questão" escolher “Outros". No campo “Assunto" recomenda-se que indiquem “Data da primeira matrícula UE" para uma melhor identificação da questão.​

Entretanto, o Miguel Pinheiro referiu nos comentários noutra página que no caso dele usou o e-Balcão, anexou digitalização do DUA com o campo Z.3 preenchido e pouco tempo depois a actualização foi feita.

O que acontece a carros com data da primeira matrícula na UE anterior a 1981?
Ficam isentos, tal como todos os veículos nacionais com matrícula anterior a 1981.

É possível receber o reembolso do que paguei a mais até agora?
Ao contrário do que escrevi anteriormente, segundo algumas notícias, parece que a AT está disponível para devolver o IUC dos carros importados usados pago "a mais" nos últimos quatro anos.
Escrevi um artigo a explicar isto em pormenor: devolução do IUC pago em excesso pelos importados usados.

E os carros do Reino Unido?
Estão abrangidos desde que cumpram os critérios e desde que o processo de legalização seja iniciado (entrega da DAV) antes da data definitiva da saída do Reino Unido da UE (que à data ainda ninguém sabe qual será).
Uma vez que também ainda não se sabe bem em que termos se vai dar o Brexit, até pode ser que exista um acordo quanto a isto.
Na minha opinião, não acredito que veículos importados do Reino Unido para Portugal depois do Brexit paguem o IUC como se a primeira matrícula tivesse sido na UE, ou seja, veículos importados do Reino Unido cuja data de legalização em Portugal seja posterior à data do Brexit, com a primeira matrícula no Reino Unido anterior a Julho de 2007, pagarão IUC como se fossem "novos".
Mais informações sobre o Brexit e a legalização de carros do Reino Unido.

Os comerciais de mercadorias são abrangidos?
Não, apenas os ligeiros de passageiros.

Os automóveis que foram legalizados com isenção por ex-emigrantes/expatriados são abrangidos?
Sim.

Isto é mesmo definitivo?
Sim, é.
O que não invalida que não haja posteriormente alterações na lei que possam de alguma forma mitigar a perda de receita desta medida.

Ainda vou pagar IUC em 2019, já estou abrangido?
Não, esta medida só entra em vigor para pagamentos devidos a partir de 1 de Janeiro de 2020.

Se importar um automóvel agora, está abrangido por esta medida?
Sim, qualquer automóvel importado a partir de 1 de Julho de 2007, desde que cumpra os critérios, está abrangido, seja ele importado em 2008, 2009, 2010, (...), 2018, 2019, 2020, em 2021, etc.
No entanto, se iniciar o processo de legalização em 2019, ainda pagará o primeiro IUC de acordo com as regras menos favoráveis, mesmo que o prazo de pagamento seja posterior a 1 de Janeiro de 2020. É importante reforçar que apenas o primeiro IUC será mais "caro", os dos anos seguintes já serão calculados pela forma "antiga".
Relembro que o IUC deve ser pago pela primeira vez até 90 dias depois da data da matrícula portuguesa.
Por exemplo, se iniciar o processo de legalização em 2019 e receber a matrícula portuguesa em 15 de Dezembro de 2019, terá até 15 de Março para pagar o IUC. Apesar deste prazo de pagamento, como iniciou o processo em 2019, ainda pagará o primeiro IUC pelas regras de 2019. O IUC do ano seguinte já será calculado pelas regras "antigas".

E nos casos que não cumprem os critérios para estarem abrangidos por esta mudança, por exemplo, importados fora da UE ou com primeira matrícula posterior a Julho de 2007?
Mantém-se tudo como estava até agora, continuam a pagar o mesmo valor de IUC que pagavam até agora.

Tenho um usado importado ou vou comprar um usado importado em Portugal, como sei se está abrangido?
Veja no DUA o campo (B) "Data da primeira matrícula do veículo" e o campo (I), se tiverem datas diferentes, veja o campo (Z.3) "Anotações especiais", onde deve vir descrito o país de origem - cumprindo todas estas verificações, em princípio, é um carro importado usado.

Estão previstas mais alterações deste tipo ao IUC?
Não.

Se tiver uma dúvida, um problema ou quiser fazer uma sugestão, use por favor a caixa de comentários mais abaixo.
Se quiser deixar o seu testemunho, se quiser relatar uma experiência que acha que pode ajudar outras pessoas, também agradeço que o faça.
Estou sempre a melhorar o impostosobreveiculos.info e gostava de contar com a sua ajuda. Obrigado.

Legislação

A legislação relevante para este tema é o Código do IUC e a Lei n.º 119/2019.

Transcrevo abaixo as partes da legislação mais importantes, o negrito é meu para sublinhar o que mais interessa.

Código do IUC

(...)

Artigo 2.º
Incidência objectiva

1 - O imposto único de circulação incide sobre os veículos das categorias seguintes, matriculados ou registados em Portugal:

a) Categoria A: Automóveis ligeiros de passageiros e automóveis ligeiros de utilização mista com peso bruto não superior a 2 500 kg que tenham sido matriculados, pela primeira vez, no território nacional ou num Estado -Membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu, desde 1981 até à data da entrada em vigor do presente código;

b) Categoria B: Automóveis de passageiros referidos nas alíneas a) e d) do n.º 1 do artigo 2.º do Código do Imposto sobre Veículos e automóveis ligeiros de utilização mista com peso bruto não superior a 2 500 kg, cuja data da primeira matrícula, no território nacional ou num Estado-Membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu, seja posterior à da entrada em vigor do presente código;

(...)

Artigo 10.º
Taxas - categoria B

1 - As taxas aplicáveis aos veículos da categoria B são as seguintes:

2 — Aos veículos da categoria B cuja data da primeira matrícula no território nacional ou num Estado-Membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu seja posterior a 1 de janeiro de 2017, aplicam -se as seguintes taxas adicionais:

3 — Na determinação do valor total do IUC, devem multiplicar -se à coleta obtida a partir das tabelas previstas nos números anteriores os seguintes coeficientes, em função do ano da primeira matrícula do veículo em território nacional ou num Estado-Membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu:

(...)


Lei n.º 119/2019

(...)

Artigo 26.º Entrada em vigor e produção de efeitos

1 - A presente lei entra em vigor em 1 de outubro de 2019.
2 - Produzem efeitos a 1 de janeiro de 2020:

(...)

b) As alterações aos artigos 2.º e 10.º do Código do IUC;

(...)

24.10.2019. 14:40

Rafael Costa em 09.01.2020. 21:39

Fui hoje as finanças saber como proceder e isto funciona assim

Em primeiro lugar devem-se dirigir à alfandega para pedir o DAV, este documento serve como prova de primeira patricula( no documento do carro so esta presente a matricula anterior à portuguesa) e prova que o carro foi importado do espaço europeu.

Caso o documento nao chegue a tempo(porque ate 2010 era de registo em papel) do ultimo dia de pagamento o IUC devem pagar o IUC com o valor que esteja la presente.

SO NESTE CASO É QUE O IUC É REEMBOLSADO!

Em segundo lugar devem ir as finanças prestar prova da certidão de primeira matricula, e ai se tudo estiver conforme as regras escritas a actualização é imediata.

Caso o papel da alfândega chegue após a data de pagamento, devem ir as finanças prestar provas de primeira matricula e o excesso IUC do ano corrente é reembolsado(à taxa de juro de 4%).

Nao existe qualquer indicação para devolução do IUC dos anos anteriores.

Hugo Andrade em 09.01.2020. 18:47

Tenho um renault clio 2007 importado de frança e começou a circular em 2008 e estou a pagar 134 euros no qual deveria pagar muito menos pois e de Janeiro de 2007 .
So se paga o novo imposto depois de Julho de 2007 .
Vou receber reembolso ?

FD em 09.01.2020. 10:02

@Sérgio em 08.01.2020. 23:00

Leu o texto?

Sérgio em 08.01.2020. 23:00

Boa noite,
Carro legalizado 1 matricula 2006 dos eua.
Matricula portuguesa 2012.
Ex-emigrantes que regressaram.
Têm direito a baixa de iuc?
Obrigado

FD em 08.01.2020. 18:43

@Alejandro Garcia em 08.01.2020. 18:18

Em princípio, sim, desde que consiga provar que a carrinha foi sua e que pagou o IUC nos anos que reclamar.

Alejandro Garcia em 08.01.2020. 18:18

Boa tarde. Eu vendi una carrinha importada. Pagava 759 €. Vendi em Janeiro do 2017. A possível devolução abrange aos dosi proprietários.????

Obrigado

FD em 08.01.2020. 16:02

@Sérgio Ferreira em 08.01.2020. 15:29

Obrigado pelo seu testemunho.

Sérgio Ferreira em 08.01.2020. 15:29

Eu pago o IUC todos os anos em Janeiro e o valor que me estão a cobrar é exactamente igual ao que paguei em 2019. O meu veículo é de 1999 e foi importado em 2008. Não sei se alguém está na mesma situação. Eu deveria ser abrangido pela nova lei, mas infelizmente o valor a pagar veio igual.

FD em 08.01.2020. 11:53

@Ricardo Carvalho em 08.01.2020. 09:49

Não.

FD em 08.01.2020. 11:53

@Bruno Costa em 07.01.2020. 23:00

Leia o texto, está lá tudo explicado.

FD em 08.01.2020. 11:50

@A.Carvalho em 07.01.2020. 22:13

Isso ou aguardar mais alguns dias.

FD em 08.01.2020. 11:44

@Joao Coelho em 07.01.2020. 16:43

Se na documentação do carro for preservada a informação de que a primeira matrícula foi em Itália, vai pagar o IUC como se fosse "nacional" - isto se cumprir as restantes condições indicadas no texto.

O importante é que essa informação chegue a Portugal, sem isso vai ser difícil.

Ricardo Carvalho em 08.01.2020. 09:49

Bom dia, peço esclarecimento sobre o seguinte:

a minha viatura Ford Galaxy, tem 1ª matricula feita na suiça em 2004, foi matriculado em Portugal em 2008.Pago de IUC 238,03€.
Tenho direito ao reembolso.

obrigado
cumprimentos
Ricardo Carvalho

Bruno Costa em 07.01.2020. 23:00

Boa noite.
Tenho um BMW 118d importado da Alemanha, o carro tem o ano de fabrico a 31 Julho de 2007 e foi importado em Março de 2014 gostaria de saber se o veiculo está abrangido por o novo regime do IUC e se tem direito a pedir o reembolso do anos anteriores?
Obrigado Bruno Costa

A.Carvalho em 07.01.2020. 22:13

Boa noite, tenho um range rover 4.6 HSE de 1997 importado em 2009, que deveria ter passado agora em janeiro para 470€, e espetaram me outra vez com 810€!!!! Ou seja, vou ter de ir lá chatear me com eles, é isso ?

Joao Coelho em 07.01.2020. 16:43

Estou a regressar da Suíça. Quando viviana Suiça, comprei o meu carro em Itália, tendo posteriormente registado o carro na Suíça.
Este carro vai estar sujeito a que tipo de situação?
Obrigado e MUITOS PARABENS pelo site! Excelente serviço!!!

FD em 07.01.2020. 12:16

@Daniel em 07.01.2020. 11:25

Tem que cumprir obrigatoriamente as três condições, a não ser nos casos expostos mais abaixo.
Na sua situação não terá qualquer descida no valor do IUC.

FD em 07.01.2020. 12:14

@Rodrigues em 07.01.2020. 11:17

Obrigado pelo seu testemunho, é muito importante para pessoas na mesma situação. :)

A DAV é a "Declaração Aduaneira de Veículo" - o documento que foi necessário preencher quando o carro foi importado para Portugal.
Em princípio, a AT tem acesso à mesma, pode é, por ter sido entregue em 2008, não estar imediatamente acessível por não estar digitalizada (em 2008 ainda se entregava em papel), por estar arquivada em base de dados "offline" ou por qualquer outra razão.

Daniel em 07.01.2020. 11:25

Bom dia!

Acerca das condições para que um carro veja o IUC baixar em 2020: será necessário corresponder simultaneamente ás 3 condições ou basta a pelo menos 1 delas?

Ex: o meu carro é de 2016 e foi importado da Alemanha em 2017, adquirindo a primeira matricula portuguesa em 2017 (emissões de CO2 de 130, gasóleo). Ou seja, corresponde a 2 dos 3 critérios mencionados:

1) a primeira matrícula foi registada num país da UE: Alemanha - SIM
2) a primeira matrícula no país de origem da UE+EEE é anterior a 1 de Julho de 2007 - NÃO
3) a matrícula portuguesa tem data a partir de 1 de Julho de 2007 - SIM

Será abrangido pelo reembolso do IUC e consequentemente pelas novas regras de cálculo do IUC em 2020?

Rodrigues em 07.01.2020. 11:17

Bom dia, antes de mais um obrigado por toda a informação aqui exposta!
No meu caso o carro é de 2004, legalizado em 2008. Pago 348€ +\- de selo, com a nova actualização baixaria para os 67€. Acontece que no portal ainda vem o valor mais elevado. Dirigi-me as finanças para saber o porquê de não ter sido actualizado o valor é a senhora funcionária de lá explicou-me que tenho de arranjar o DAV do veículo para poderem actualizar os dados. Mesmo no livrete estando a primeira matrícula e ano. Estou aguardar e logo veremos o que dá. É a minha tentativa neste momento. Espero ter contribuído. Cumprimentos

FD em 06.01.2020. 13:21

@Fabio em 06.01.2020. 13:02

Obrigado pelo seu testemunho. :)

Fabio em 06.01.2020. 13:02

Fui ao portal das finanças e o valor ainda era o antigo, o carro e de março de 2007 e foi importado em janeiro de 2017 da alemanha, dirigi me as finanças e ficaram com a anotaçao e disseram para passar ate ao final do mes, a ver se conseguem ver o que se passa

FD em 06.01.2020. 12:59

@Ricardo Fonseca em 06.01.2020. 12:24

Aqui: devolução do IUC pago em excesso pelos importados usados.

Ricardo Fonseca em 06.01.2020. 12:24

Antes de mais, muito obrigado pela excelente informação.

Tenho um carro matriculado pela 1ª vez na Alemanha em 2004 e importado em Novembro de 2007. Como estou abrangido por estas alterações, pretendo fazer a reclamação.

Gostaria de saber se alguém tem uma minuta de uma reclamação graciosa para IUC que se enquadre.

Obrigado.

Ricardo Fonseca

FD em 06.01.2020. 10:15

@Fernando Azevedo em 05.01.2020. 21:49

Os casos em que pode haver devolução estão todos indicados no texto.

Fernando Azevedo em 05.01.2020. 21:49

boa noite
Meu carro e oriundo da alemanha data da primeira matricula junho de 2010 data da matricula portuguesa janeiro 2012 tenho direito a algum reembolso do IUC?

Obrigado

FD em 05.01.2020. 15:06

@Rui Oliveira em 05.01.2020. 13:37

Obrigado pelo seu contributo. :)

Rui Oliveira em 05.01.2020. 13:37

Para vosso conhecimento, deixo abaixo link a notícia do jornal Público de hoje: "Fisco reconhece que tem de devolver parte do IUC sobre carros importados".

Acredito assim, se o contribuinte reclamar a distorção fiscal praticada nos últimos anos, o Fisco, será obrigado a devolver o imposto pago a mais, de acordo com o despacho da sub-directora geral dos Impostos, a 12 de Dezembro de 2019. Que reconheceu a prática ilegal.

Peço a todos os visados e prejudicados, que, procedam a essa reclamação, de modo a darmos força a esta alteração.
Bem hajam.

https://www.publico.pt/2020/01/05/economia/noticia/fisco-reconhece-devolver-parte-iuc-carros-importados-1899238

Rui Oliveira em 04.01.2020. 23:02

@Fábio Santos e Admin, bem hajam, pela ajuda que me deram :)

FD em 04.01.2020. 20:07

@Fábio Santos em 04.01.2020. 20:03

Obrigado pela sua ajuda. :)

Fábio Santos em 04.01.2020. 20:03

@Rui Oliveira

Basta dirigir-se a um balcão que o pagamento será já o actualizado para 2020, tenho colegas que fizeram assim e pagaram só o valor correspondente as novas leis.

FD em 04.01.2020. 20:02

@Rafael Costa em 04.01.2020. 18:24

São situações diferentes - o regime transitório é apenas por causa da questão do WLTP, não tem a ver com esta mudança no IUC.

FD em 04.01.2020. 20:00

@Afonso em 04.01.2020. 15:22

Leia a minha resposta ao Rui Oliveira (abaixo desta) sobre o mesmo problema.

FD em 04.01.2020. 19:53

@Rui Oliveira em 03.01.2020. 16:38

O sistema informático das Finanças disponibiliza o pagamento do IUC no início do mês anterior ao do pagamento.
No seu caso, o pagamento ficou disponível a partir de 1 de Dezembro de 2019.

Pode ser que nessa data o sistema de cobrança ainda não estivesse actualizado para cumprir as novas regras, tendo no entanto ficado o valor a pagar "registado" pelas regras antigas - não sei se é efectivamente assim mas, parece-me a explicação mais lógica.

Sugiro que aguarde alguns dias, até meio de Janeiro por exemplo, para dar tempo para qualquer tipo de correcção ou actualização ao sistema de cobrança, se nessa altura o valor não tiver sido alterado, dirija-se ao seu serviço de Finanças e explique a situação.

Rafael Costa em 04.01.2020. 18:24

Afonso

O regime transitório foi prolongado ate março, ou seja, até lá vamos pagar o mesmo excesso em IUC. Depois de março nada nos garante que o mesmo seja alterado.

Afonso em 04.01.2020. 15:22

Boa tarde , a minha questão é esta;
A data da 1º matricula é de 1995, a primeira matricula de Portugal é de 2012 , gasóleo , cilindrada de 1896, CO2 de 93g e segundo os dados introduzidos no simulador , o imposto a pagar é de 24,26€ .
Acontece que o documento para liquidação do imposto é 224,36€
O que posso fazer?
OBRIGADO

Rafael Costa em 03.01.2020. 23:44

@rui oliveira estamos no mesmo barco..

Rui Oliveira em 03.01.2020. 16:38

Em primeiro lugar, quero agradecer a quem, aqui disponibiliza informação de grande utilidade e rigor. Muito obrigado e Bom Ano 2020!
No meu caso, cumpro as três condições: Alemanha, 10/2004 e 01/2010.
Foi com muita satisfação, que aqui soube da alteração à lei (injusta), que colocava milhares de contribuintes em desvantagem fiscal. Segundo a mesma informação, iria passar de um IUC de aproximadamente €850 para €265.
Porém, ao consultar hoje o Portal das Finanças, verifico que o meu imposto a liquidar até 31Jan, não sofreu qualquer atualização face à atual lei.
Coloco aqui a questão, se alguém tem alguma situação idêntica, e, se a atualização deve ser reclamada pelo contribuinte (o que não faz sentido). Obrigado.

FD em 02.01.2020. 08:31

@Fábio Santos em 02.01.2020. 02:01

Só tem que pagar até dia 2 porque no último dia de Dezembro as Finanças tiveram tolerância de ponto e fecharam durante todo o dia.

Fábio Santos em 02.01.2020. 02:01

Tenho de pagar o meu IUC de 2019 até dia 02/01/2020, não deveria o imposto já estar alterado se eu pagar já em 2020? Já que a lei entrou em vigor em outubro e produz efeitos a partir de janeiro? É que no meu caso irá passar de 660 para 60 e poucos. Obrigado.

FD em 26.12.2019. 20:58

@jose trovao em 26.12.2019. 17:56

É.

jose trovao em 26.12.2019. 17:56

legalizei 2 carros clássicos um do ano 1966 e outro de 1967 vindo de franca recebi os livretes portugueses em dezembro 2019 paguei o isv e agora já me pedem para pagar o iuc com valores em204 euros cada um isto e normal ? obrigado trovaojose@gmail.com

FD em 26.12.2019. 16:49

@Artur Codeas em 26.12.2019. 16:10

Não.

Artur Codeas em 26.12.2019. 16:10

fui emigrante na Suissa muitos Anos trouxe a minha viatura comigo em 2012 que a comprei em 2002, imatrculei-a em Portugal em 2012 mas tenho pago o imposto como fosse uma viatura nova, vão-me baixar o imposto e reembolsar o que paguei a mais até agora?

FD em 23.12.2019. 11:31

@Tiago em 21.12.2019. 02:05

Paga pela tabela antiga.

Tiago em 21.12.2019. 02:05

Boa noite.
A minha dúvida é a seguinte,o imposto para veículos importados que abrange as 3 condições,vai baixar para o dito imposto antigo,40/60€ ou vai baixar uma certa percentagem?
Quem paga hoje 250/300/600€, vai pagar 40/50/60€ em 2020?

FD em 20.12.2019. 11:35

@José Cunha em 20.12.2019. 01:06

Não, não está abrangido por esta mudança: a Andorra não faz parte da UE nem do EEE.

FD em 20.12.2019. 11:30

@tony@singleminded.com em 19.12.2019. 23:59

Excluding any ordinary expenses (travel, etc.), for the legalization process only, you'll pay about 200€. You could pay an extra 150€ if you don't have a certificate of conformity (which you'll have to order).
Regarding taxes due, you'll have to calculate them because they vary accordingly to the vehicle's characteristics, here is the calculator: simulador ISV.
Legalization process step by step: como legalizar carros importados.

Please be aware that, as a british resident, after Brexit you'll have a much more difficult task - in terms of bureaucracy, you'll have more steps to conclude, and in terms of tax due, you'll pay a lot more.

If you decide to go ahead with your intention, you should always do it before Brexit, which if I'm not mistaken, is due on the 31st of January of 2020.

José Cunha em 20.12.2019. 01:06

Boa noite , a minha dúvida é a seguinte:
Fui emigrante em Andorra , tinha lá o meu carro , matriculado nesse mesmo país em 2002 , regressei ao meu país ( Portugal ) em 2012 onde foi legalizado,
Agora a questão é :
Tenho direito á nova lei em relação ao IUC ? Obrigada...

tony@singleminded.com em 19.12.2019. 23:59

Hi there,

Such great information.

I am looking to import my car from UK to the Algarve. I am thinking it is better to do this between January and March of 2020 to save the costs.

Would it be possible to find out exactly how much if I was to do everything myself.

I have a property and a fiscal number but at the moment spend more time in UK and currently am not a Portuguese resident and have not applied for residential status.

Would it still be possible to register and drive my car here in the Algarve?

FD em 17.12.2019. 20:12

@Nuno em 17.12.2019. 18:56

Do cálculo de que imposto: o IUC ou o ISV?

Para o cálculo do ISV, sim, é necessário medir o CO2 na inspecção e esta medição será usada para calcular o imposto a pagar na matriculação.

Para o cálculo do IUC, não.

Nuno em 17.12.2019. 18:56

Boa noite
tenciono importar um clássico de 1976 de França, com 1600cc em 2020.
Para efeitos dos cálculos do imposto vai continuar a ser necessário o valor do co2
Obrigado

FD em 15.12.2019. 12:56

@Tatiana em 14.12.2019. 23:54

É uma dúvida que recebo algumas vezes.
Até já, do que tenho lido de pessoas nessa situação, têm pago pela data da matrícula portuguesa, mesmo que o carro tenha sido comprado em Portugal.

Veja mais abaixo o comentário e a minha resposta ao Francisco em 10.12.2019. 21:13.

FD em 15.12.2019. 12:31

@Rita gomes em 14.12.2019. 15:12

Leu o texto? O carro cumpre as condições indicadas?

Tatiana em 14.12.2019. 23:54

Eu tenho um veículo cuja primeira matrícula em Portugal é de 2004/04.
No entanto, o veículo antes tinha matrícula diplomática e passou a ter matrícula (normal) a partir de 2015/01.
Tendo em conta que na lei se referem "à primeira matrícula em Portugal", estará correto que para efeitos de IUC seja tida em conta a matrícula de 2015/01?

Rita gomes em 14.12.2019. 15:12

pretendo compar um carro com mais ou menos 20 anos comprado no estrangueiro e legalizado depois em portugal a mais ou menos oito anos so que paga de imposto 400 euros sera se o comprar estara isento de imposto em 2020 ou descera para 60 euros em 2020

FD em 12.12.2019. 13:17

@Rafael em 12.12.2019. 12:58

Se no campo das anotações especiais (Z.3) do DUA aparece Liechtenstein como país da primeira matrícula, acho que pode usufruir da descida.
Se aparece Suíça como país da primeira matrícula, não.

Não sei até que ponto a actualização no Portal das Finanças no seu caso será automática.
Sugiro que no mês anterior ao do pagamento do IUC veja o valor a cobrar, se não tiver baixado, dirija-se às finanças para reclamar - isto se a primeira matrícula for do Liechtenstein.

Rafael em 12.12.2019. 12:58

tenho um carro importado da suiça, e na alfândega, documentação aduaneira, aparece que a origem do veículo e a Suíça e o Liechtenstein sera que vou beneficiar do IUC
1er matricula suiça 12/2006 legalização o 01/2018 ?

FD em 11.12.2019. 10:19

@Francisco em 10.12.2019. 21:13

Acho que não.
A lei é omissa em relação a estes casos.

Pela lógica, se o proprietário da matrícula CD fosse de um país da UE/EEE, deveria aplicar-se mas, às vezes, o que é lógico nem sempre é aplicado.

Francisco em 10.12.2019. 21:13

Boa noite,

Tenho um caso especial para apresentar.

O meu pai tem um BMW Z4 de 2006 comprado novo na Caetano Baviera de Lisboa, contudo, teve matrícula diplomática até Março de 2019.
Apenas este ano pediu-se as matrículas tradicionais.
O carro como é 3.000cc pagou-se este ano cerca de 600€ de IUC.

Tambem irá usufruir desta atualização?

Obrigado.

FD em 09.12.2019. 15:34

@Andre em 09.12.2019. 05:59

Se a primeira matrícula constante do DUA for da Suíça, o IUC não vai descer.

FD em 09.12.2019. 15:30

@Lídia carrico em 08.12.2019. 22:54

Está escrito no texto:

Vou comprar um usado importado em Portugal, como sei se está abrangido?
Peça para ver o DUA, especialmente os campos (B) "Data da primeira matrícula do veículo", e o campo (Z.3) "Anotações especiais", onde deve vir descrito o país de origem.

Andre em 09.12.2019. 05:59

Se o carro for 1a matricula anterior a 2005 mesmo sendo Suiça não tem nenhuma descida ? obrigado :)

Lídia carrico em 08.12.2019. 22:54

Ola tenho um carro importado ,onde posso ver de onde ele foi importado ? Obrigados

FD em 24.11.2019. 12:56

@Telmo Almeida em 24.11.2019. 04:50

A Suíça não pertence ao Espaço Económico Europeu.

Telmo Almeida em 24.11.2019. 04:50

A suíça pertence ao EEE que eu sei bem disso , nesse caso 1a matrícula 2002 Suiça e depois 2aPortuguesa em 2017 tem direito a descida do imposto certo ?

FD em 13.11.2019. 09:48

@Miguel em 12.11.2019. 17:11

Sim, em princípio, vai ser um dos beneficiados.

Miguel em 12.11.2019. 17:11

Ok obrigado pela atenção dispensada como li e pelo que entendi vai me calhar a mim.

FD em 12.11.2019. 16:20

@Miguel em 12.11.2019. 15:22

Estar hoje como categoria B no Portal das Finanças é irrelevante.
Está como categoria B porque ainda estamos em 2019 e esta medida só entra em vigor em 2020.

Miguel em 12.11.2019. 15:22

Sim foi importado da alemanha e registado em pt a 2007/8 a duvida e aparecer bo portal da finanças clas B e calculo de co2 202 mg
Obrigado pela atenção

FD em 12.11.2019. 14:45

@Miguel em 12.11.2019. 14:22

E o primeiro critério, cumpre?

Miguel em 12.11.2019. 14:22

Sim penso que sim 1 matrícula 2006/4 importado para Portugal em 2007/8 vou ter sorte certo ?

FD em 12.11.2019. 13:46

@Miguel em 12.11.2019. 12:56

O seu carro cumpre os três critérios indicados no texto?

FD em 12.11.2019. 13:45

@Rui Pinto em 12.11.2019. 12:20

Leu o texto?

Miguel em 12.11.2019. 12:56

Sim li ! Mas nao percebi pk nas financas a categoria do meu veículo e B da perguntar a minha duvida .
Obrigado pela atenção

Rui Pinto em 12.11.2019. 12:20

É verdade que podemos pedir o reembolso do que pagamos a mais nos anos anteriores?
Ouvi dizer que basta ir às finanças e reclamar. Que foi o tribunal europeu que obrigou a alterar a lei do IUC.

FD em 12.11.2019. 12:01

@Miguel em 11.11.2019. 22:58

Leu o texto?

Miguel em 11.11.2019. 22:58

Boa noite precisava de uma ajuda para poder entender a questao do iuc para 2020.
Tenho uma viatura de 2006/04 importado em 2007/08 pago 666.47e de IUC vou estar incluído para a nova mudança de lei para 2020 pagar so 67e de iuc ?
Obrigado pela atenção cumprimentos

FD em 09.11.2019. 19:39

@Diogo em 09.11.2019. 18:46

Pelo IUC, compensa.
Pelo ISV, não compensa.

Opinião pessoal, a não ser que seja um grande negócio em comparação com as unidades nacionais, eu não importaria, pelo menos até ver como é que a questão da componente do CO2 se desenrola.

Diogo em 09.11.2019. 18:46

Boas, estou a pensar importar um veículo da Alemanha com a 1 matrícula 06/2004, 267g emissões CO2. Compensa importa-lo em 2020 ou não ?

ricardo em 28.10.2019. 14:39

vou contactar a DAV enato. Obrigado pela resposta

FD em 28.10.2019. 13:43

@ricardo em 28.10.2019. 12:30

Por lei, tem 12 meses a partir da data da mudança de residência para pedir a isenção.
Por outro lado, se o veículo já está em Portugal, tem 20 dias úteis para apresentar a DAV.
Ou seja, apesar dos 12 meses, se o carro já está em Portugal e se já reside em Portugal, na minha opinião, terá que apresentar a DAV o quanto antes (já devia ter entregue).

Resumindo: pela interpretação que faço da lei, não pode esperar por Janeiro.

No entanto, sugiro que contacte a Alfândega e esclareça este assunto melhor.

ricardo em 28.10.2019. 12:30

bom dia. eu estou a legalizar um carro frances com a primeira matricula de 2004. eu mudei me de Franca para Portugal em agosto de 2019. ate agora so fui ao imt pedir numero de homolgaçao e fiz inspeçao. posso esperar ate Janeiro para preencher a DAV e assim pagar o iuc mais barato?

obrigado

<< Primeira < Anterior [2 / 2] Seguinte > Última >>

Escrever um comentário ou colocar uma dúvida

POR FAVOR leia a página toda antes de fazer perguntas que já estão respondidas no texto principal! Obrigado.

:

:

:


Em que ano é que estamos?

Por uma questão de rapidez na resposta e de poupança de espaço, considere que as minhas respostas incluem sempre os normais cumprimentos. :)

Acerca do impostosobreveiculos.info | Contacto

Todas as informações pretendem ser de leitura clara, simples e acessível, com o objectivo de constituirem um primeiro acesso à informação pretendida.
Por essa razão, poderão não ser totalmente completas ou tecnicamente exactas. No entanto, são dadas de boa fé e com base fundamentada na legislação em vigor.
Devido ao contexto e unicidade de cada caso, sempre que necessário, todas as informações deverão ser validadas por escrito junto da entidade oficial responsável.

Todos os direitos reservados - é permitida a cópia ou reutilização de partes deste sítio desde que seja atribuída a sua origem e autoria.
Política de Privacidade e de Tratamento de Dados Pessoais