Regularização de registos automóveis

Aviso: a informação nesta página poderá estar desactualizada.
A informação será completamente revista e actualizada em breve.

Actualização a 6 de Maio de 2008: se mandou um carro para a sucata, faça o cancelamento da matrícula, se vendeu um carro e o mesmo ainda não foi registado em nome do comprador, peça a apreensão do veículo.

Actualização a 6 de Março de 2008: segundo o governo, foi aprovada legislação que virá resolver os problemas com os carros enviados para a sucata ou que, simplesmente tenham desaparecido. Este artigo será actualizado quando sair a legislação, para já deverá consultar a seguinte informação: //www.imtt.pt/esclarecimento8.htm.

Actualização a 25 de Fevereiro de 2008: segundo o Ministério das Finanças, todas as pessoas que tenham mandado apreender automóveis cujo registo de propriedade não tenha sido convenientemente actualizado estão, por enquanto, dispensadas do pagamento do IUC. O termo utilizado não é "dispensadas", mas o princípio, espera-se, é o mesmo.
Poderá ler o comunicado aqui: //www.min-financas.pt/comunicados/2008/080225.pdf.


Actualização: o pagamento do IUC devido em Janeiro foi prorrogado até 25 de Fevereiro, veja mais detalhes no final do texto.

A legislação que coloca à disposição procedimentos que permitem regularizar os registos de automóveis que já foram vendidos, e cujo registo não foi devidamente efectuado pelos compradores, já foi publicada em Diário da República.

Pode fazer o download do Decreto-Lei n.º 20/2008 e da Portaria n.º 99/2008.

Após uma breve leitura, posso adiantar que se fizeram duas principais alterações. Alterou-se o regime do registo automóvel na sua globalidade, sendo a novidade mais importante o facto de que o registo de propriedade pode, a partir de agora, ser efectuado pelo comprador ou pelo vendedor.
Por outro lado, instituiu-se um regime transitório que permite regularizar os registos não efectuados.

No que diz respeito ao regime transitório, e numa primeira leitura que poderá mostrar algumas lacunas, eis o que julgo ser do interesse geral:

  • O regime transitório está em vigor até 31 de Dezembro de 2008. Se ainda tem um carro registado em seu nome que já não é seu, deverá resolver a situação até ao final do ano.
  • Os custos para o registo são mais baixos se efectuados online. Regularizar um registo custa 20€ se for feito numa Conservatória e 10€ se for feito online.
  • Os registos online só podem ser feitos se possuir um certificado digital. Se não sabe se tem um é porque quase de certeza não tem. Cidadãos "comuns" só devem ter um certificado digital se tiverem Cartão do Cidadão.
  • Qualquer advogado, solicitador ou notário pode-se fazer representar por si e fazer o pedido do registo online. Isto quer dizer que se se dirigir a um notário, solicitador ou advogado, que pela natureza da sua profissão possui certificado digital, pode proceder à regularização do registo online.
  • O registo pode ser efectuado tanto pelo vendedor como pelo comprador.
  • Este regime apenas se aplica a casos em que a venda tenha sido realizada até dia 31 de Outubro de 2005.
  • Para que possa fazer o registo, precisa de apresentar a declaração de venda ou, na falta desta uma declaração sua onde declara a venda e identifica o comprador.
  • A parte que não pede o registo, seja o comprador ou o vendedor, é notificada no prazo de 10 dias para que se pronuncie sobre o registo pedido. Ou seja, num negócio que envolve um comprador e um vendedor, aquele que não pede o registo é contactado pela Conservatória para dizer se concorda ou não com o pedido de registo efectuado pelo outro interveniente no processo. Este contacto pode ser feito, entre outras formas, por telefone ou por email. O comprador apenas pode contestar o registo se a transmissão de propriedade nunca ocorreu. Mesmo que já não tenha o carro, seja porque razão for, desde que alguma vez tenha sido sua propriedade, tem que fazer o registo.
  • Passados os 10 dias, se a outra parte não reclamar, o registo é feito, mas ainda assim passível de reclamação por outros meios.

Posto isto, o que é que tem que fazer? Relembro que só pode fazer isto no caso da transmissão de propriedade tenha ocorrido antes de 31 de Outubro de 2005. Para todos os outros casos continua a poder fazer o registo, sendo o vendedor, mas os valores a pagar são completamente diferentes: 60€. Também terá que ter em sua posse a declaração de compra e venda (modelo 2), o DUA e os dados do comprador. Lembro também que a estes valores acresce sempre o Imposto de Selo.

Pessoalmente, considero que os casos em que o veículo foi entregue a uma sucata, é uma venda e como tal, deve fazer exactamente da mesma forma como se tivesse vendido o carro a alguém.

Não se deve complicar algo que é muito simples: vendeu o carro a uma determinada pessoa/entidade - o que se passou a partir daí não é sua responsabilidade nem tem nada a ver com isso. O comprador não se pode descartar de não ter feito o registo, seja ele stand, sucata ou particular, tenha ele vendido o carro a seguir ou não.

Procedimentos a tomar:

  • Saber ou reunir toda a informação sobre a venda: dados do vendedor, dados do comprador, dados do veículo e dados sobre a transacção (data, local, etc.)
  • Na falta da declaração de venda, redigir uma declaração onde declara a venda, identificando claramente as partes intervenientes. Coloquei disponível para download um modelo desta declaração - substitua os termos a vermelho pelas informações correctas.
  • Dirija-se a uma Conservatória do Registo Automóvel e na posse de toda a documentação possível, peça para efectuar o registo de propriedade como vendedor de uma transacção efectuada antes de 31 de Outubro de 2005.
  • Aguarde cerca de 15 a 25 dias. A Conservatória terá que dar 10 dias à outra parte para contestar o seu pedido e, caso não haja contestação, deverá fazer o registo num prazo máximo de 5 dias.
  • Vá consultando o sitio das Declarações Electrónicas para ver se no seu cadastro deixa de aparecer o carro em questão.

Como deverão compreender, a legislação foi publicada às 9h de hoje e são agora 11h. Estou a tentar transmitir informação o mais rapidamente possível às pessoas que devem o IUC agora em Janeiro. Li a legislação e tentei transmitir a informação de forma correcta, contudo, ressalvo que poderão existir inexactidões na informação que transmito, pelo que, poderei efectuar as devidas correcções com mais tempo e após uma leitura mais atenta do diplomas em questão.

Num comunicado o Ministério das Finanças informa que o prazo dado para pagamento do IUC de todos os veículos matriculados em Janeiro passou a ser 25 de Fevereiro de 2008. Ou seja, por enquanto não pague o IUC se tem um carro em seu nome que já não é seu.

31.01.2008. 11:10

fernando santos em 19.10.2017. 10:32

GOSTAVA DE SABER QUANTOS AUTOMÓVEIS TENHO NO MEU NOME T M 938212784

jose santos ribeiro em 20.12.2015. 17:37

tenho uma carrinha mazda de 1981 tenho de avender para abater qual os ducomentos que me sao isigidos PARA DR BAIXA DO MESMO NA REPARTIÇAO DE FINANÇAS DESEJAVA ESSA INFORMAÇAO OBRIGADO

marcos castro san em 01.08.2013. 02:53

ola boas,queria por este meio a vossa ajuda para o meu casso desde ja oubrigado,tenho um clio do ano 2000 em este caso parado na garagem uma vez que estou vivendo em ESPANHA VIGO meia hora da fronteira
com VALENÇA DO MINHO .a pergunta e como poso fazer para regularisar o imposto veiculo automovel ja levo seis anos sem .e por outro lado gostaria de saber em quanto me poderia custar trocar a matricula legalizaruma vez que nao poso circular com ele em ESPANHA de outra maneira terei que vender em Portugal claro.. OUBRIGADO

Antonio em 19.06.2013. 21:50

Olá.
Tive um carro com matricula de 1974 e mandei para abate á 22 anos. Agora com esta nova questão das finanças estarem a enviar notas de cobrança sobre valores em atraso, fiquei curioso e fui ver se o carro ainda estava em meu nome. E não é que está????
No entanto, não fiquei com documento nenhum de entrega do carro ao socateiro... Nem tão pouco tenho os documentos do carro.
Como é que posso pedir o cancelamento da matricula deste carro?

Alfredo Alves em 02.06.2012. 02:21

Vendi um carro em 19 de Outubro e o novo dono ainda não o legalizou, que poderei fazer? A única coisa que tenho é uma fotocópia do B.I, o nº de contribuinte, assim como um termo de responsabilidade que redigi e ele assinou comprometendo-se. Só agora vi ao abrir o site do portal das finanças e que tinha um incumprimento.
Sem outro assunto, subscrevo me muito atenciosamente.

Alfredo Alves

fernando em 19.05.2012. 15:46

comprei uma motrizada para retauracao iagora queria saberpara pasarpar meu mome apresiso de fotocopias do bilhete intidade

fernando em 19.05.2012. 15:42

comprei uma motrizada para retauracao iagora queria saberpara pasarpar meu mome apresiso de fotocopias do bilhete intidade

Tomás em 04.03.2012. 17:05

O meu pai adquiriu em 91 um fiat 600. Na altura o negócio foi feito verbalmente. Nunca chegou a ter nenhum registo de propriedade. Pela lei de usocapião ele é proprietário do carro. Qual a melhor maneira de ter documentos de propriedade do veículo?
Obrigado

João em 08.01.2012. 19:06

Olá, entreguei uma viatura e declaração de venda , na compra de uma carrinha nova na Peugeot Portugal, todos os anos envio o formulário de pagamento e a peugeot paga e informa que o assunto está quase resolvido, neste 5º ano eu enviei o email e a peogeot simplesmente ignora, nas finanças dizem que irei ter problemas para receber o irs.
que faço??
alguém me ajuda .

Marco ferreira em 03.01.2012. 19:54

Boa noite

eu tenho uma empresa , e tenho registado na minha empresa nas finanças uma carrinha comercial

Neste momento já não tenho a carrinha e a pessoa que ficou com ela desapareceu .

Eu gostaria de saber o que tenho de fazer para anular a carrinha na firma e nas finanças visto

que já não tenho a carrinha nem nenhum documento

Marco ferreira em 03.01.2012. 19:54

Boa noite

eu tenho uma empresa , e tenho registado na minha empresa nas finanças uma carrinha comercial

Neste momento já não tenho a carrinha e a pessoa que ficou com ela desapareceu .

Eu gostaria de saber o que tenho de fazer para anular a carrinha na firma e nas finanças visto

que já não tenho a carrinha nem nenhum documento

Fernando em 14.12.2011. 12:01

tenho um carro na garagem parado á 10 anos, devido a falta de inspecções os documentos caducaram, agora pretendo vende-lo, será que é necessário activar de novo com inspecção especial ou posso fazer a venda com o livrete desactivado pela falta da inspecção.

Regina Maria em 07.12.2011. 00:34

Boa noite,antes de mais, parabéns pelos seus esclarecimentos. A minha questão é a seguinte: tenho o meu carro registado em meu nome no documento único, na conservatória está tudo bem, não há menção a nenhuma reserva de propriedade nem a nenhuma locação financeira, no entanto qual é o meu espanto quando vou às finanças para pagar o meu imposto de circulação e já está pago por uma empresa. É que nas finanças o meu carro está como propriedade minha e tem como locatário essa empresa, o que não corresponde à verdade. Os dados da conservatória não deveriam bater com os das finanças???? Será que basta pedir uma certidão ou declaração do meu registo automóvel na conservatória e mostrar nas finanças para que procedam à correcção do erro???

diamantino em 22.11.2011. 01:04

hola !! gostaria de saber se e obrigatorio as fotocopias do bilhetes de entidade junto a declaraçao de compra i venda do automovel para tratar dos docomentos ??? obrigado

Carlos Manuel em 21.11.2011. 17:33

Na sequência do acidente em Maio 2010 o meu veículo foi considerado na situação Perda Total Definitiva, e a aceitei da companhia de seguros o Valor Venal + Salvado, entregando a documentação à companhia seguros e colaboração na transação do salvado.

Em Abril de 2011 mandei apreender a viatura no IMTT, até à data de hoje a viatura continua em nome nas finanças e no registo automóvel, contactei a companhia de seguros a mesma tem adiado uma resposta, dizem estão tratar do assunto, mas nada resolvem.

O que poderei fazer mais para regularizar esta situação?

Rui Pita em 30.10.2011. 23:05

Ola Boa noite.
Gostaria de saber se é possivel a tranferência de registo de propriedade duma moto sem que possua documentos da mesma?
Obrigado

elisa em 17.10.2011. 12:59

Olá , gostaria de esclarecer uma duvida , tenho um carro que deu perca total ,so que meu esposo mandou arrumar sem dar vistoria , e agora o carro esta em perfeito estado , mais com os documentos de PT , qual o procedimento pra que eu regularize este veiculo?

Manuel pereira em 10.10.2011. 15:53

COMPREI UM CARRO EM 1998, POR A +B E PELO FACTO DE SER MEU PARENTE NAO REGISTEI O CARRO EM MEU NOME, CONTUDO ESSE MEU PARENTE MORREU, QUE POSSO FAZER AGORA, AH TENHO UM PAPEL ONDE ELE PASSA O CARRO PARA MIM.

carlos em 15.09.2011. 00:24

Bom dia,

Vendi a minha empresa em Janeiro deste ano, só que esqueçi me informar que tinha um veiculo ao nome da empresa. Mas agora queria passar o carro para o meu nome. Ainda posso fazer? e como? diseram me que era preciso de passar no notario?? e as finanças, não vão criar problemas?

Obrigado

cristina lara em 09.09.2011. 02:12

preciso de alguma orientação pois adquiri uma moto ano 1988 em 1990 , em 1993 já tinhamos vendido e pela minha surpresa recebo uma notificação de falta de pagamento de ipva 2006 2007 2008 e também dpvat 2010 2011 oque faço ? não sei nem qual a cor da moto que dira com quem está .

Paulo J. Teixeira em 26.08.2011. 18:22

A todos os que tenham duvidas relacionadas com Registo Automovel, podem enviar as vossas questões para o seguinte endereço de email. paulojoaquimteixeira@gmail.com.
Ao dispor!

luis em 24.08.2011. 06:43

vejo tanta injustiça pessoas
a pagar multas que nem as cometerao,
selos em atrasso
pois a gente que compra os carros e
nao os legalizam para se nome para poder brincar com o dinheiro dos outros...e ninguem faz nada

CASIMIRO em 24.07.2011. 18:31

COMPREI UMA MOTO QUE TEM RESERVA DE PROPRIEDADE , O ANTIGO DONO AINDA NÃO TINHA PAGO A MOTO , COMO POSSO PASSAR A MOTO PARA MEU NOME

CASIMIRO em 24.07.2011. 18:29

COMPREI UMA MOTO QUE TEM RESERVA DE PROPRIEDADE , O ANTIGO DONO AINDA NÃO TINHA PAGO A MOTO , COMO POSSO PASSAR A MOTO PARA MEU NOME

Ines Mendes em 11.07.2011. 22:24

Ola vou comprar um carro a um particular cm devo fazer que dados devo ter em atencao para n ser enganada e prejudicada no futuro?

antonio alves rocha em 28.06.2011. 20:48

gostava de saber o que fazer dois carros abatidos a anos e a camara naõ deu baixa da matricula pois os carros ainda estaõ nas financas um e de 1976 outro e de 1979 pois parece que perante a lei ja estaõ izentos obrigado .

Marinete em 13.06.2011. 18:12

Preciso regularizar um veículo nas seguintes condições:
1. o veículo está no nome de uma companhia (DCR);
2. a QUITAÇÃO do leasing está em nove de outra companhia (mesmo grupo)por que foi esta que pagou o leasing;
3. A placa atual é de São Paulo; e
4. as empresas acima são de Vitória ES;
5. o leasing da Honda foi com um endereço de São Paulo que hoje não é mais (mudamos).
O que preciso fazer ??

Marina em 04.06.2011. 02:59

Olá Boa Noite!
Á 3 anos atras em 2008 vendi um veiculo a um particular, prestei-lhe a declaração de venda e também fiz uma declaração no notario em como tinha efectuado a venda á dita pessoa e quanto recebi etc, com assinaturas reconhecidas e tudo. O carro tinha uma reserva do banco a quem eu efectuei a compra e pedi a exdtinção e entreguei toda a documentação ao novo proprietário para que ele podesse então fazer mudança de nome, coisa que até hoje não foi concretizada, eu não tinha ainda dado por nada pois sempre pensei que a dita pessoa o teria feito, mas no portal on-line das finanças vi que não e comtactei o novo proprietario onde ele se recusou a faze-lo, soube também que o carro tem uma multa para pagar e o IUC também, gostaria então de saber o que posso fazer em relação a isso tudo, visto que em meu poder só tenho a declaração que eu fiz no notario e não a declaração de venda. gostaria também que me informa-se de todos os custos que poderei a vir a ter!!!
Atentamente

Ana Isabel dos Santos Rodrigues Nunes em 29.05.2011. 23:23

Boa noite,gostaria se possível que me esclarecessem algumas dúvidas que tenho em relação á venda de um carro que continua em meu nome e que foi feita em 2009.
Na altura da venda entreguei ao novo proprietário uma declaração de compra e venda com os meus dados preenchidos e aguardei que o mesmo fizesse a alteração do registo e me entregasse uma cópia, o que nunca veio a acontecer.
Ao fim de 1 ano fui contactada pela policia e dirigi-me á IMTT com o objectivo de mandar apreender o carro para que o registo de propriedade fosse regularizado. A pessoa a quem o vendi já o tinha vendido a outro e recusou-se a dar-me os dados do mesmo e deste modo requerimento ficou sem essa informação.
A PSP e a GNR foram informadas de que o carro deveria ser apreendido, mas o inquérito acabou por ser arquivado por falta de dados e provas.
A conselho da policia dirigi-me ás finanças e efectuei muito contra a minha vontade o pagamento dos selos e respectivas multas referentes ao ano de 2009 e 2010.
Consegui a direcção da pessoa a quem o vendi, devo participar á policia e/ou IMTT este novo dado? Que mais posso fazer para evitar problemas futuros? Será que vou ter de pagar todos os anos o selo de um carro que já não se encontra em meu poder? Parece-me bastante injusto, não?

joel em 25.05.2011. 23:59

boa noite eu gostava de saber quando me fica legalizar um mini ?

Susana em 29.04.2011. 11:10

O meu pai tem um carro com reserva de propriedade em nome de uma empresa que já não existe... o que é necessário para retirar a reserva no livrete? há alguma lei que ao final de determinados anos se possa retirar essa reserva?
Obrigado

Cruz em 04.04.2011. 17:31

Boa tarde, comprei uma viatura num stand no final de janeiro, e fiquei com uma copia da declaração de venda,porque o stand disse ter um solicitador que estaria resolver a situação de colocar o veiculo em meu nome. O veiculo foi importado 2 dias antes de eu o comprar, mas hoje dia 04-04-2011, ainda não me chegou a casa o Modelo unico, nem o carro esta em meu nome, o Sr do stand não me atende o Tlm, de maneira que não consigo comprar o selo(imposto de circulação), nem ter o veiculo em meu nome e ja esta todo pago. Existe alguma coisa dentro dos parâmetros legais que se possa fazer?

Ana Fernandes em 29.03.2011. 16:14

Vendi um carro em Dezembro e o novo dono ainda não o legalizou nem comprou o selo, que poderei fazer?

Paulo Fernandes em 29.03.2011. 14:41

Eu, Paulo António Eugénio Fernandes, proprietário do veículo FIAT UNO 60 SL , matrícula LQ 54-92 de Novembro de 1986, venho por este informar que quero dar baixa a partir deste momento, em virtude do carro estar em fim de vida.

Obrigado

Paulo Fernandes
o meu contacto é este 927575185 e e mail paulo.e.fernandeas@inr.mtss.pt

Isabel em 26.03.2011. 21:27

Vendi um carro em 2008 o novo propriatario não poem em seu nome que devo fazer

Castro em 26.03.2011. 12:35

Estou prestes a adquirir uma viatura, no entanto, a tranferencia de registo cabe-me a mim faze-la. Fui a o site automovel online, realizei o pedido, mas não tenho qualquer certificado digital. Enviaram-me o email para proceder ao pagamento dos 10€, gostaria de saber se entretanto a situação mudou, caso eu posso proceda ao pagamento o registo será feito?

José Carlos Sanches em 18.03.2011. 19:59

Marina, o stand deve sempre emitir um documento de recebimento da viatura, declaração essa que justifica que a responsabilidade passa a ser do stand a partir desse momento.

Cumprimentos
José Carlos Sanches
www.autodoc.pt
Documentação Automóvel desde 1994
Lisboa/Setúbal

Marina em 17.03.2011. 19:40

Vendi um carro hoje a um stand. Eles só me deram um cheque. Não tenho prova nenhuma.
Como posso provar perante a lei, se alguém conduzir esse carro que ainda está em meu nome, e tiver algum problema para eu não ter qualquer responsabilidade ?

Angelina Cerqueira em 15.02.2011. 10:26

Bom dia
Venho solicitar-vos um esclarecimento relativo á seguinte situação: Em Novembro de 2010 comprei no stand M. Coutinho (Rio Tinto) um Seat Ibiza com matricula de Fevereiro de 2010 (49-IT-21).
Á presente data ainda não tenho os documentos do carro pelo que tenho vindo a dirigir-me todos os meses ao M. Coutinho a fim de renovar o documento de autorização de circulação.
Este mês deveria proceder ao pagamento do IUC, no entanto, conforme já confirmei no site das finanças, o carro ainda não está no meu nome.
A informação que me foi dada pelas finanças é que o veículo em causa se encontra em nome de Jorge Fernando Ribeiro Neves. Tenho, no entanto o IUC de 2010 pago em Maio de 2010 em nome da Seat (!).
Gostaria de saber como devo proceder neste caso visto este é o mês em que o imposto deveria ser pago. È da responsabilidade da Seat? É da minha responsabilidade e devo pagar o imposto na tesouraria das finanças mesmo estando o carro em nome de outra pessoa? A empresa M. Coutinho está em incumprimento pelo facto de não me ter enviado ainda o documento único de circulação e ainda não ter passado o carro para o meu nome?
Agradeço desde já.
Angelina Cerqueira



Melhores cumprimentos



Sérgio Lages

José Barbosa em 01.02.2011. 14:25

Boa tarde,

Comprei um motociclo em 2008 e não passei para meu nome.
Alguém me sabe dizer se vou pagar multa ou se tenho de falar novamente com quem me vendeu o motociclo?

Obrigado
www.jbb@gmail.com

João Paulo Santos em 10.11.2010. 17:52

Qual o prazo para alteração de um registo de propriedade de um veiculo ligeiro?

Lino em 08.11.2010. 19:24

Boa tarde,

Gostaria de saber o que devo fazer para resolver esta situação:

Em 2008 troquei a minha mota por outra, e preenchi a declaração de compra e venda e deixei no stand.
Entretanto o Stand vendeu a mota a outra pessoa e esta não passou a mota para nome dela, tendo dado a mota(ainda em meu nome) a um outro stand como troca de outra mota.

Esse segundo stand, vendeu a "minha" mota a uma outra pessoa em junho de 2010 e ainda hoje não passou a mota para nome dela.

A declaração de compra e venda que eu assinei está na posse desse segundo stand, assim como os documentos.
Será melhor mandar apreender a mota?

Elisabete em 15.10.2010. 09:50

comprei um carro num stand , a propriataria disse que me passaria o carro para meu nome pois era mais barato e rapido, o certo é que ja comprei o carro a 2 meses e ate agora nada.
ja contactei o stand ainda sao arrugantes dizendo que o sistema esta a dar problemas...
o que posso fazer pois sempre que tento conctar com o stand me desliga-me o telefone.

Augusto B.Lourenço em 08.10.2010. 12:56

Desejo saber se tenho que pagar o IUC de uma viatura que vendi em 12/5/2004 e que em 17/8/2010 solicitei no IMTT a sua apreensão em
virtude de ainda continuar registada em meu nome.

Jorge Gonçalves em 25.08.2010. 16:17

Boa Tarde,

Pretendo adquirir uma viatura num determinado stand, pedi uma cópia dos documentos da referida viatura.
Desloquei-me ao Registo Automóvel onde solicitei informações sobre ónus e encargos que eventualmente pesassem sobre a viatura e seu anterior dono.
Fui informado que a viatura tinha sido registada a poucos dias em nome de uma outra entidade (também um stand).
Perante esta informação coloquei a questão ao stand onde pretendo comprar a viatura, onde me foi dito que o procedimento era normal, uma vez que não podiam ter a viatura no stand com o nome do antigo proprietário.
A minha questão é: - Se vou adquirir a viatura em causa, esta poderia passar do anterior dono para o meu nome?
Será normal este tipo de tramitação.
Agradeço comentário.
Obrigado

João Santos em 03.08.2010. 16:52

Boa tarde
Comprei um Fiat Punto no Stand Auto One, propriedade de Pedro Castro, em Odivelas.
Já Paguei o carro.
Peço ao senhor a declaração de venda e este complica, arranjando argumentos, sem jeito.
que devo fazer?

João Jeronimo em 17.07.2010. 14:24

Boa tarde,

Brevemente vou comprar um veiculo a um particular, porém ele é de Lisboa e eu sou de Castelo Branco. O que deverei fazer para que tudo corra bem para as duas partes? Que documentos devemos de assinar, onde alterar o registo de propriedade (Lisboa ou Castelo Branco)?

Aguardo uma resposta :)

Dn em 24.06.2010. 15:38

Ana isso é perfeitamente possível. Em caso de sinistro é que podes ter problemas, porque nesse caso a seguradora vai alegar que o condutor habitual não é o tomador do seguro e tentar, dessa forma, declarar a nulidade do seguro com base em falsas declarações. Infelizmente é assim que funcionam as seguradoras, para pagarem alguma coisa só quando são obrigadas pelo tribunal, e todos os subterfúgios são válidos para fugirem às suas responsabilidades.

Ana em 14.05.2010. 00:27

ola!!!
nao sei s m podem ajudar, mas gostaria de saber s é possivel comprar um carro em meu nome ( tenho 21 anos ) e colocar o seguro em nome do meu pai...isto porque sempre ouvi o contrario, sempre ouvi k o seguro tinha de estar no msm nome k o titular do veículo, a minha pergunta sussede pk perguntei a um sr. agente numa operação stop, e este disse k nao havia qualquer problema em ter o carro em meu nome e o seguro em nome do meu pai!!!!
fiquei sem saber exatamente o k pensar...
sera k m podem ajudar????

obrigada.

Odilia em 05.05.2010. 17:53

Goataria de saber o prazo de validade da declaração de compra/caracteristicas de uma viatura nova enquanto não está registada. Quanto tempo a viatura pode circilar somente com essa declaração enquato não recebe o DUA e se há algum artigo na lei que comprove isso (se há gostaria que me indicassem qual).

Obrigada

Manuel em 05.05.2010. 16:25

Comprei um carro num stand em finais de Abril e dei outro em troca, mas o que dei em troca ainda continua em meu nome. O que posso fazer?
Obrigado

Diogo em 21.04.2010. 18:47

Ruben, julgo que será na DGV e o preço é de 75 euros se nao estou em erro.

Diogo em 21.04.2010. 18:43

Ruben, julgo que será na DGV e o preço é de 75 euros se nao estou em erro.

jaime em 16.04.2010. 23:35

boa noite eu a coisa de um ano vendi um carro a um stand e a pouco tempo quando foi tirar o selo para outro carro que tenho ainda se encontra ma base de dados o reguisto do carro antigo em meu nome falei com o stand e eles me disseram que ja tinham vendido o carro a uma pessoa mas o que é certo é que o carro se encontra em meu nome o que devo fazer mandar aprender o carro ou dar baixa de matricula?

Luis Duarte em 05.04.2010. 11:53

Comprei um carro há um ano.
O vendedor desapareceu.

Tenho a declaração de circulação, documentos da financeira provando que o carro é meu,seguro e o selo do carro

Será que chega para efectuar o registo de propriedade em meu nome?

Obrigado

Ruben em 23.03.2010. 19:53

se eu quiser comprar uma mota a outra pessoa e tiver que a registar em meu nome onde tenho de ir e qual o preço?

Diogo em 23.03.2010. 12:01

Bom dia, gostaria de obter informação acerca da regularização de selo.
No mês passado comprei uma moto de 2008, no entanto informei-me do selo nas finanças e soube que nem o selo de 2008 ou 2009 estariam pagos pelo antigo dono. Gostaria de saber se após transferência de propriedade eu herdo essa responsabilidade ou se essa fica associada (como deveria) ao antigo dono. Mais ainda, se é possível regularizar o próximo selo dado que os anteriores estão por regularizar. O stand garante-me que assume qualquer responsabilidade pela falta de pagamento, e que não vou ter problema nenhum no pagamento do próximo selo, dado que existe cruzamento de dados. Agradeço imenso qualquer esclarecimento.

Jorge Matos em 20.03.2010. 17:18

Boa Tarde,

Tenho uma viatura em meu nome na DGV e Finanças, que resultou de um processo de falsificação do Bilhete de Identidade. Os autores do crime foram identificados e condenados, contudo as entidades acima referidas não conseguem resolver este imbróglio.
Agradecia uma opinião.
Obrigado

Cristina Moreira em 19.03.2010. 15:46

Vendi uma viatura em 2009, mas nas finanças ainda consta como meu.
Existe algum documento que eu possa pedir à conservatório, via net, para confirmar esta situação?
Obrigada

João Lobo em 19.03.2010. 01:38

Tenho um carro que acabei de pagar em 2008 (citroen C3 Ano de 2004)tenho em meu poder toda a documentação necessária para passa-lo para o meu nome só que tenho andado a adiar, e com isto tudo já passou cerca de 1 ano e tres meses aproximadamente, será que já vou pagar multa ou não? Obrigada Atentamente João Lobo

isabel.rodrigues@cm-lisboa.pt em 18.03.2010. 14:30

Gostaria que me informassem, p.f. tinha um veículo que emprestei e a pessoa teve um acidente, o carro foi para a sucata, os documentos foram apreendidos pela Policita e enviados à DGV. O carro foi entregue a um mecânico para abater. O Mecânico desapareceu, o carro também. Agora todos os anos tenho que pagar o imposto nas Finanças do dito carro, dizem que tenho que dar baixa, mas só com um documento da Policia como foi roubado. Será que há forma de abater este carro?

Gilberto Pé-Curto PLM em 16.03.2010. 10:36

Estou a tentar negociar com viatura Renault 4L cuja matricula VX-59-47 já cancelada,gostaria de ser informado sobre
custos e caminhos a seguir,obrigado.

sara neto em 12.03.2010. 09:29

tenho um contrato com a BPI leasing e este mês paguei a ultima mensalidade (48ª). Gostava de saber tenho de pagar algum valor residual e o que devo fazer para ter o registo de propriedade em meu nome.

Nuno Nogueira em 04.03.2010. 23:05

Boa noite, vendi um carro a uma pessoa que nao o pos em seu nome e nao tinha imposto de circulação.Numa operação stop apreenderam os documentos por falta do imposto, como é que faço para os voltar a ter?

Maria em 03.03.2010. 22:41

Boa Noite
Gostaria de saber quel é o CO2 cobrado pela a alfandega quando se legaliza o carro , é o combinado? ou é o urbano?

Carlos rosado em 03.03.2010. 17:59

Preciso de um esclarecimento. Estou de vlota a Portugal depois de ter vivido 16 anos na Belgica (estou ja quase na pre-reforma)e tenho um automovel com 10 anos. E gostaria de o legalizar cá em portugal. Que procedimentos devo tomar para tal e mais ou menos quanto me poderá custar. Veiculo é um Mitsubishi L200 Vagon com 1995 de cilindrada. se me puderem responder agradecia.

PAVICERCA em 22.02.2010. 12:23

Tenho um amigo que em Setembro de 2009 vendeu um veículo e que até à presente data ainda se encontra em seu nome!O que é que ele deve fazer?Penso que o imposto de circulação deveria ter sido pago em setembro, mas como o vendeu, já não pagou o dito imposto.Deverá pedir para que seja apreendido o veículo? Terá de pagar alguma coima?
Obrigado.

José Manuel em 19.02.2010. 11:46

Boa Tarde,
Comprei recentemente uma viatura de 2007, a qual após 4 meses ainda não tenho os doc, visto que o antigo dono terá mandado cancelar a matricula, foi-me dito pelo stand que teria de fazer uma nova inspecção à viatura, para poder solicitar 2º via dos doc. Toda esta situação deixa-me preocupado, como é possivel a venda por parte do stand c/ conhecimento de uma instituição bancária de um bem sem doc. o que devo fazer.
agradeço desde já a atenção ao exposto.
Melhores Cumprimentos.

Sónia Santa Maria em 17.02.2010. 23:05

Boa noite,

Gostaria de um pequeno esclarecimento: Vendi o carro do meu pai (era eu quem costumava andar nele) a um Stand. Foi uma retoma. Por forma a evitar problemas no futuro, quero informar o Estado de que aquele veículo já não é do meu pai.
1) Sabe-me informar que documentação terei de apresentar no IRN?
2) E quanto ao IUC, a partir do momento em que o carro já não é meu/do meu pai e está no stand, quem é que paga o imposto? É que o stand não vai colocar o carro no nome dele...
Desde já muito obrigado.

Carlos em 12.02.2010. 19:29

Vendi um motociclo a uma pessoa,essa pessoa fez o respectivo pagamento, o veiculo foi deixado a guarda de outra pessoa com os documentos e declaraçao de venda sem os dados do comprador e data em branco, entretando a pessoa que estava a guardar o veiculo quer que o comprador lhe pague novamente o veiculo em questão, doutra maneira não o devolve ao comprador.Mando apreender o veiculo e passa novamente para o vendedor?

António Brito em 11.02.2010. 16:52

Boa tarde. Há cerca de 10 anos comprei um automóvel a um stand, sendo que, para pagamento parcial do preço, foi retomado pelo mesmo um veículo que tinha na altura. Qual não é o meu espanto quando, no ano passado, começo a ser notificado para pagar o Imposto de circulação automóvel relativo ao veículo retomado há 10 anos atrás(??!!). Contactei o stand que me disse que vendeu o sobreditoa um terceiro e que agora este caso não é da sua responsabilidade. Fiz uma exposição às finanças que me disse que nada poderiam fazer pois o carro continua averbado em meu nome. A minha questão é a seguinte: como tenho de proceder para forçar o stand ou o proprietário seguinte a passarem o cerro para nome deles para deixar de pagar Imposto sobre um carro que não me pertence há mais de 10 anos?

Obrigado.

marta rebelo em 06.02.2010. 11:56

eu queria importar um nissan micra1.2 de 1992. quanto vou pagar de imposto?
Obrigado

Ana Maria em 04.02.2010. 23:30

Tenho um carro com matricula francesa que era do meu irmão, necessito de dar baixa do mesmo mas não sei como o fazer. Tenho o registo de propriedade (CERTIFICAT D´IMMATRICULATION).Se porventura me puder ajudar agradeço desde já

Ana Maria em 04.02.2010. 23:23

Tenho um carro com matricula francesa que era do meu irmão, necessito de dar baixa do mesmo mas não sei como o fazer. Tenho o registo de propriedade (CERTIFICAT D´IMMATRICULATION).Se porventura me puder ajudar agradeço desde já

Ana Maria em 04.02.2010. 23:21

Tenho um carro com matricula francesa que era do meu irmão, necessito de dar baixa do mesmo mas não sei como o fazer. Tenho o registo de propriedade (CERTIFICAT D´IMMATRICULATION).Se porventura me puder ajudar agradeço desde já

carlos em 26.01.2010. 12:39

boam dia. gostava saber o que fazer para passar o carro do nome do meu pai para meu nome.
Ele vai me vender o carro dele gostava saber quais os procedimentos????
obrigado

luis carlos araujo miranda em 13.01.2010. 11:24

comprei uma viatura para meu filho há 1 ano e ele ainda não fez o registo em seu nome , queria saber quais os custos e os procedimentos para efectuar agora fora de prazo e quais as penalizações ( se existem). obg

diogo mota em 28.12.2009. 16:39

boa tarde .... comprei um carro a credito... entretanto paguei o carro todo antes do final do financiamento.... recebi a extensao de reserva em 2008... so que nunca passei o carro para o meu nome.... por falta de conhecimento gostaria que me dissessem por favor qual o prazo que tenho para legalizar, o valor da legalizaçao e a multa se tiver que pagar ... obrigado e continuaçao de boas festas

fernando reis em 23.12.2009. 07:04

Boas ha um mes atras comprei um carro num particular que se fazia acompanhar pela devida declaraçao de venda em nome de outra pessoa,sem ver inconveniencia de tal facto, aceitei fazer o negocio. Quando fui para transferi-lo para meu nome a conservatoria contestou o meu pedido por o tal veiculo ter sido um sinistrado recuperado por outro individuo e como tal so poderia ser transferido para meu nome atraves de uma declaraçao do proprietario no livrete para o comprador do salvado e desse para mim.
Ja contactei com o vendedor que disse que trataria de tudo mas ate agora nem sinal deu de qualquer empenho.Gostava de saber quais sao os procedimentos a tomar para que isto seja resolvido e quais sao as hipoteses de aplicar uma queixa por burla contra este tipo de falcutrua.(Para minha sorte o veiculo foi pago atraves de multibanco)

Marta Manso em 21.12.2009. 17:04

Boa Tarde,

O meu nome é marta isabel, mas o meu carro está registado desde 2003 como maria isabel, por lapso de quem introduziu os dados. O registo foi em 2003, ainda posso reclamar? ou seja,a alteração de nome agora irá ter custos para mim, ou será suportado por quem cometeu o erro (CRAL)?

Como procedo agora?

Obrigada,

MARGARIDA MARTINS em 17.12.2009. 11:40

Tenho na familia um carro de matricula francesa que a minha avó comprou em França, a minha avó já faleceu , não tenho documentos da viatura nem sequer sei o Ano em que foi matriculada, tenho quase a certeza que esta viatura nunca foi legalizada em portugal .

Quero mandar abater este carro , o que tenho de fazer ??

Alexandre Pacheco em 19.11.2009. 11:57

Acabei de pagar um carro que estava em nome da finançeira, que já me enviaram a documentação correspondente para fazer a alteração para o meu nome.

O que posso fazer para obter a alteração através da internet?

Podem me dizer qual é o site.

Aguardo a vossa resposta o mais urgente possível.

Atenciosamente,
Alexandre Pacheco

saraiva em 15.11.2009. 22:35

comprei um fiat 500 nuova de 1965.o carro é frances.e não tenho a matricula. como consigo saber a matriucula com o nºdo chassis?

Francisco Pitschieller em 03.11.2009. 13:36

Boa tarde,

A minha situação é um pouco mais grave. Há cerca de 3 anos vendi o carro a uma daquelas pessoas que anuncia "compro viaturas usadas" em papeis deixado nos

pára-brisas dos carros. Liguei para o dito número e passados uns dias apareceu um homem que levou o carro e o contrato apenas assinado pela minha parte pois disse que

o carro seria para vender a uma próxima pessoa e não iria passar para o nome dele porque isso implicaria custos adicionais. Ingenuamente caí na esparrela e assim ficou

resolvido o assunto. Passados uns meses recebo em casa uma carta a exigir o pagamento do imposto do carro o que me levou logo a perceber que o registo de propriedade

não teria sido actualizado. Para resolver este problema dirigi-me ao IMTT para pedir a apreensão do veículo, na ténue esperança que isso pudesse resolver o problema. Eis

senão quando começam a surgir no correio uma série de multas de estacionamento, velocidade etc. atribuídas ao carro que tinha vendido 2 anos antes, ainda por cima em

localidades onde nunca na minha vida pus os pés. Liguei para as esquadras respectivas, enviei cópias dos pedidos de apreensão do carro, mais telefonemas para os governos

civis. Nada... Ninguém pode fazer absolutamente nada. Da esquadra as respostas são as já famosas prosas da literatura policial em que apenas são enumerados um sem

número de artigos em que, concluem eles, o assunto não lhes diz o mínimo respeito e que a multa é para pagar. Novamente se envia a cópia do pedido de apreensão, e da

mesma esquadra surge nova multa (!!!), bem como várias outras multas que vão surgindo de diferente localidades por onde o comprador do carro pelos vistos se passeia.

Como é que resolvo este problema de clara má fé da justiça e das autoridades que se comportam como verdadeiras máfias?

Já tenho uma mão cheia de multas para pagar, tendo uma delas sido obrigada a pagar pelo tribunal de Portalegre, ou seja, vou ter que a pagar. Essa mais as outras que vierem

a seguir, uma vez que por parte de quem tem o dever de resolver este assunto parece que se está a aproveitar dele para caçar mais uma multas.

Vou à TVI? Exponho o assunto na televisão? Até dá vontade de rir, mas hoje em dia parece que só assim é que a autoridade funciona.

Francisco Pitschieller em 03.11.2009. 13:31

Boa tarde,

A minha situação é um pouco mais grave. Há cerca de 3 anos vendi o carro a uma daquelas pessoas que anuncia "compro viaturas usadas" em papeis deixado nos

pára-brisas dos carros. Liguei para o dito número e passados uns dias apareceu um homem que levou o carro e o contrato apenas assinado pela minha parte pois disse que

o carro seria para vender a uma próxima pessoa e não iria passar para o nome dele porque isso implicaria custos adicionais. Ingenuamente caí na esparrela e assim ficou

resolvido o assunto. Passados uns meses recebo em casa uma carta a exigir o pagamento do imposto do carro o que me levou logo a perceber que o registo de propriedade

não teria sido actualizado. Para resolver este problema dirigi-me ao IMTT para pedir a apreensão do veículo, na ténue esperança que isso pudesse resolver o problema. Eis

senão quando começam a surgir no correio uma série de multas de estacionamento, velocidade etc. atribuídas ao carro que tinha vendido 2 anos antes, ainda por cima em

localidades onde nunca na minha vida pus os pés. Liguei para as esquadras respectivas, enviei cópias dos pedidos de apreensão do carro, mais telefonemas para os governos

civis. Nada... Ninguém pode fazer absolutamente nada. Da esquadra as respostas são as já famosas prosas da literatura policial em que apenas são enumerados um sem

número de artigos em que, concluem eles, o assunto não lhes diz o mínimo respeito e que a multa é para pagar. Novamente se envia a cópia do pedido de apreensão, e da

mesma esquadra surge nova multa (!!!), bem como várias outras multas que vão surgindo de diferente localidades por onde o comprador do carro pelos vistos se passeia.

Como é que resolvo este problema de clara má fé da justiça e das autoridades que se comportam como verdadeiras máfias?

Já tenho uma mão cheia de multas para pagar, tendo uma delas sido obrigada a pagar pelo tribunal de Portalegre, ou seja, vou ter que a pagar. Essa mais as outras que vierem

a seguir, uma vez que por parte de quem tem o dever de resolver este assunto parece que se está a aproveitar dele para caçar mais uma multas.

Vou à TVI? Exponho o assunto na televisão? Até dá vontade de rir, mas hoje em dia parece que só assim é que a autoridade funciona.

Carlo Rodrigues em 12.10.2009. 22:16

Boa noite.
Adquiri uma moto, em Janeiro de 2008, com reserva de propriedade na Finicrédito.
O vendedor liquidou o crédito, comprometeu-se a enviar-me o comprovativo de extinção de propriedade e até hoje, nada.
Tendo entrado em contacto com a Finicrédito, estes enviaram-me cópia da carta que foi enviada para o vendedor, em Abril de 2008, carta essa que seguiu com o comprovativo de extinção de propriedade.
Tendo em conta que o vendedor não me cede esse comprovativo, tenho a mota parada quase há 2 anos e para a poder registar em meu nome teria que pagar €60 à Finicrédito, para emissão de uma 2ª via.
Como poderei proceder para que o vendedor me envie o comprovativo da extinção de propriedade? Tenho esse direito?
A declaração de compra e venda não tem data porque aguardei que liquidassem o crédito e me enviassem o referido documento.
Já pensei em recorrer a um Julgado de Paz para obter os documentos.
Agradecia que me informassem.
Obrigada e cumprimentos.

Carlo Rodrigues em 12.10.2009. 22:16

Boa noite.
Adquiri uma moto, em Janeiro de 2008, com reserva de propriedade na Finicrédito.
O vendedor liquidou o crédito, comprometeu-se a enviar-me o comprovativo de extinção de propriedade e até hoje, nada.
Tendo entrado em contacto com a Finicrédito, estes enviaram-me cópia da carta que foi enviada para o vendedor, em Abril de 2008, carta essa que seguiu com o comprovativo de extinção de propriedade.
Tendo em conta que o vendedor não me cede esse comprovativo, tenho a mota parada quase há 2 anos e para a poder registar em meu nome teria que pagar €60 à Finicrédito, para emissão de uma 2ª via.
Como poderei proceder para que o vendedor me envie o comprovativo da extinção de propriedade? Tenho esse direito?
A declaração de compra e venda não tem data porque aguardei que liquidassem o crédito e me enviassem o referido documento.
Já pensei em recorrer a um Julgado de Paz para obter os documentos.
Agradecia que me informassem.
Obrigada e cumprimentos.

B. Jaime em 12.10.2009. 13:30

Bom dia
Comprei uma viatura nova e o vendedor/concessionario, recebeu de Retoma, a minha viatura usada, entregando-me apenas uma Nota de compra da viatura e não o habitual modelo de compra e venda.
Pelo que gostaria de saber se tenho de comunicar tal facto á conservatoria do registo automovel, para regularização do Registo de propriedade e a partir de que data.
e se o impresso "NOTA DE COMPRA" que me foi entregue, em vez de cópia do contrato de compra e venda está correcto.
Obrigado

antonio lopes em 07.10.2009. 21:02

gostaria de saber que documentação é precisa para poder comprar um carro a um particular que apresenta uma declaração de venda de um stand,o carro é de 2008 com 18000km mas o dono do carro não tem o livrete porque segundo ele o stand perdeu a documentação.Acho isto muito estranho.Será que tenho de tomar certas providências?como terei de agir para não correr o risco de comprar um carro e depois mais tarde verificar que fui ludibriada? obrigada

Vitor Piedade em 29.09.2009. 16:40

olá


eu estou numa situação semelhante ao Sr José Carlos


em 08/04/09 comprei um automóvel usado num Stand e entregaram uma guia de circulação e ficaram de tratar dos documentos
como o Carro é de 06/06 em Junho não consegui pagar o imposto e ele depois é que pagaram e o carro ainda estava em nome do stand


agora que está prestes a fazer 6 meses que comprei o carro ainda aguardo a documentação

o que gostava de saber é se existe algum Prazo para o stand tratar da documentação

desde já muito obrigado pela ajuda

Jose carlos em 15.09.2009. 23:26

Boa noite, acabei de adiquerir um automovel num satand, acontece ke o vendedor em questao , nao so nao me mostrou o livrete como tambem nao mo entregou , disenndo ke automaticamete eram eles que nos faziam o registo na consevatoria, e que passados sensivelmente 15 eu recebia a carta com o registo unico. Gostaria de saber se este episodio é possivel aos olhos da lei, pois eu já tenho o carro em meu poder , com uma declaraçao para poder circular na via publica em como fui eu ke o comprei assinada pelo vendedor e por mim, gostaria de saber uma resposta com a imensa brevidade, pois tou um pouco reseoso em relaçao ao assunto

Obrigado os meus comprimentos

Almerinda em 13.09.2009. 23:10

Gostaria de saber, após compra de um carro num stand, qual o periodo de tempo que terei para fazer o registo sem sofrer penalizações.

obrigada.

vilma liliana em 04.09.2009. 10:52

TENHO UM JIPE QUE TÊM ESTÁDO NA GARAGEM DESDE 2001 QUANDO FEZ A ULTIMA INSPECÇÃO GOSTARIA DE SABER SE PERDEU MATRICULA , COMO RECUPERÁ-LA OBRIGADO

José em 01.09.2009. 18:17

Ola pretendo comprar um veiculo e regista-lo em meu nome .Terei de ter alguma atenção se o carro tem alguma multa por pagar ou a partir do momento em que faço o registo em meu nome o cadastro do carro fica limpo?

Rui Silva em 31.08.2009. 00:08

Boa noite,
Em Fevereiro de 2008 troquei o meu carro por um novo, depois de eu lhes ter vendido o meu carro, o consecionario voltou a vender a um stand de usados, o carro ainda está em meu nome á data de hoje (30-08-2009), passado ano e meio, o consecionario tem se responsabilizado pelo pagamento do IUC, apezar de ser eu a pagar, agora foi-me pedido para pedir a apreenção dos documentos da viatura vendida, o que acabei de fazer online.
Terei procedido bem? Não vou ter mais problemas com um carro que já não é meu?
Obrigado e parabéns pelo site.

joana em 20.08.2009. 10:08

bom dia... gostaria de saber ,se a grn obriga nos a mostrar o selo de circulaçao?????

maca em 18.08.2009. 03:41

boa noite
em fevereiro deste ano adquiri um veiculo mas sem o auxilio de stands, comprei-o a um particular.
o veiculo em questao tem dado muitos problemas e, agora estamos desconfiados que o antigo dono tenha alte-
rado a quilometragem para o vender mais facilmente.
gostava de saber se é possivel de algum modo, eu ter acesso, ao primeiro registo do meu veiculo?
se for possivel, como?através de vós?é que não me parece que o sr.que me vendeu a viatura, me faculte es-
ses dados.
obgda

Esteca em 12.08.2009. 17:29

O caricato, e que cancelei a matricula de um carro que por forca das circunstancias foi abatido fora do Pais, recebi o certificado da Direcao geral de viacao, cerificando que o respectivo veiculo ja nao circulava e nao existia, e as Financas continuam a enviar o IUC para pagar, expressando somente que na base de dados da CRA (conservatoria de registo Automovel) o veiculo continua a figurar no meu nome. Simplemente o tal "cruzamento de informacoes" so funciona para os que nao pagam impostos, mas nao funciona para os que pagam e que nao tem direito a uma solucao para tal problema.
Agora dizem que tenho que me derigir ao CRA para legalizar a situacao, como isso fosse da minha propria responsabilidade, pois deveria existir uma interligacao entre os diversos departamentos estatais para que o problema fosse resolvido.

paulo em 06.08.2009. 02:22

por gentileza gostaria de saber o que devo fazer pois meu carro sumiu e agora devo dar baixa , mas como se para dar baixa presiso retirar o chassi ????

bruno rodrigues em 04.08.2009. 22:18

estou numa situação complicada.....comprei um veiculo mas quando ia registar em meu nome deparei que o veiculo tem 2 penhoras..1 das finanças e outra duma empresa,mas o devedor em causa é uma empresa,eu ja sou o terceiro comprador do veiculo e nenhum comprador anterior tinha conhecimento disso...k posso fazer para retirar as penhoras?????a empresa devedora acho que ja nem existe...obrigado

<< Primeira < Anterior [1 / 6] Seguinte > Última >>
Escrever um comentário

:

:

:


Em que ano é que estamos?