Simulador ISV Comerciais Mercadorias

Nesta página: encontra um simulador que calcula o ISV a pagar por automóveis comerciais novos e importados usados.

Simulador

Este simulador calcula o valor a pagar de ISV por automóveis comerciais de mercadorias novos e importados usados.
Veículos pesados (+3.500kg) de mercadorias e veículos pesados (+3.500kg) de passageiros com mais de 9 lugares não pagam ISV.

Tipo de carroçaria
Aplicável a automóveis ligeiros de mercadorias com:
- caixa fechada
- lotação até 3 lugares
- altura interior da caixa de carga inferior a 120cm ou com 4x4
Aplicável a automóveis ligeiros de mercadorias com:
- caixa fechada
- lotação até 3 lugares
- altura interior da caixa de carga superior a 120cm sem 4x4
Aplicável a automóveis ligeiros mistos com:
- peso bruto superior a 2.300kg
- caixa carga mínimo altura 130cm comprimento 145cm
- antepara inamovível habitáculo/caixa carga
- sem 4x4
Aplicável a automóveis ligeiros de mercadorias com:
- caixa aberta ou sem caixa
- lotação até 3 lugares
- sem 4x4
Aplicável a automóveis ligeiros de mercadorias com:
- caixa aberta ou sem caixa
- lotação mais 3 lugares
- sem 4x4
Aplicável a automóveis ligeiros de mercadorias com:
- caixa aberta ou sem caixa
- lotação mais 3 lugares
- com 4x4
Cilindrada em cm3
cm³/cc
Idade do veículo
Preço veículo (opcional)

(simulação mostrará total preço compra + impostos)
Incluir despesas importação +1.250€
(viagens, burocracia, seguros, etc. - detalhe)
Resultados da simulação
Complete os campos Cilindrada
Os valores apenas aparecerão com esse campos preenchidos

Nota importante

Faça a simulação de qualquer veículo comercial ou misto neste simulador e no simulador de veículos de passageiros.
Quando vir que o valor dado pelo simulador dos veículos de passageiros é inferior, o veículo pode ser legalizado usando esse cálculo.
Costuma ser este o caso, em especial, nos chamados comerciais de 2 lugares derivados de viaturas de turismo (Clio Societé, etc.).

Emissão de partículas

No valor indicado assume-se que o carro a gasóleo emite menos de 0,001g/km de partículas. Normalmente, os carros que têm filtro de partículas (todos os carros recentes têm) cumprem este requisito.
Se o valor for superior ou se não for possível conhecer o valor das emissões de partículas, há uma taxa adicional de 250€ que não aparece na simulação.
Esta taxa não se aplica a carros a gasolina.

Voltar ao simulador

IVA

Carros com menos de 6 meses de matrícula ou menos de 6.000 km são considerados novos e pagam sempre 23% de IVA em Portugal, independentemente de o terem pago no país de origem.
Se na simulação não colocou o preço do carro, apenas será acrescentado IVA ao valor do ISV. Deverá indicar o preço do carro para uma simulação correcta.
Mais informações: IVA na importação de carros ou motos.

Declinação de responsabilidade

Este simulador, como o próprio nome diz, simula o cálculo de impostos (ISV, IUC, IVA e taxas aduaneiras) a pagar por um automóvel ligeiro de passageiros, novo ou importado usado.
O cálculo está de acordo com a legislação em vigor, é verificado constantemente, que eu tenha conhecimento tem uma exactidão de 100%, no entanto, é feito com a introdução de dados pelo utilizador, que poderão estar incorrectos ou mal introduzidos, poderá não calcular correctamente situações não previstas e poderá ter erros, pelo que aconselho sempre a confirmar, apenas numa última instância imediatamente antes de comprar ou importar qualquer veículo, junto da Autoridade Tributária e Aduaneira, os valores aqui dados. Nessa altura poderá também efectuar a simulação através do simulador da AT que encontra aqui - note no entanto que o simulador da AT recusa qualquer vínculo da mesma ao resultado da simulação, os cuidados que tem aqui também os deve ter com o simulador da AT.
Se encontrar alguma disparidade entre o simulador da AT e este simulador, agradeço que me avise, usando para tal o formulário para comentários que encontra mais abaixo.

Dúvidas, problemas ou sugestões

Se tiver uma dúvida, um problema ou quiser fazer uma sugestão, use por favor a caixa de comentários mais abaixo.
Estou sempre a melhorar esta página e gostava de contar com a sua ajuda. Obrigado.

17.01.2020. 15:33

FD em 21.10.2020. 09:53

@Bouwe van der Plas em 20.10.2020. 18:59

Correcto.

Bouwe van der Plas em 20.10.2020. 18:59

Olá, pick up toyota Double Cab com 2WD enquadra-se na categoria "caixa aberta 4-6 lugares"? E isso é muito mais barato em termos de ISV do que uma versão 4WD?

FD em 19.10.2020. 10:48

@ruben gaspar em 18.10.2020. 17:36

Veículos pesados de mercadorias não pagam ISV.

ruben gaspar em 18.10.2020. 17:36

os camiões pseados acima de 3500kg de 2 lugares e caixa aberta no entanto são 6x4 qual é a opção que selecionamos?

FD em 14.10.2020. 09:59

@André em 13.10.2020. 22:37

O cálculo é diferente consoante tenha caixa aberta ou fechada, e consoante seja considerado "misto" (categoria N1) ou não.
Tem que analisar a documentação do carro (livrete) para poder perceber qual a simulação que deve/pode fazer.

André em 13.10.2020. 22:37

Boa noite,
Um Defender 110 Td5 de caixa aberta ou fechada mas apenas de 5 lugares poderá ser incluído nalguma destas categorias ou terá de ser tributado pelas tabelas de ligeiros? Desde já obrigado.

FD em 02.10.2020. 13:12

@Danilo em 02.10.2020. 11:40

No tipo de veículo escolha "Outros".

Danilo em 02.10.2020. 11:40

A minha explicação nao foi a mais correta, trata-se de um Mitsubishi pajero 3.2 DID curto, de 2002, tem apenas 2 lugares, e antepara em rede metalica a fazer a divisão dos bancos com a mala. Nao sei ao certo qual será a versao sei tambem que nao tem cintos atrás. È extamente igual a um pajero curto mas comercial.

FD em 02.10.2020. 11:19

@Danilo em 02.10.2020. 10:58

Sem caixa e com antepara?
Sem caixa = carrinhas de caixa aberta ou se for um "jipe", por exemplo, o Land Rover Defender versão pick-up 2 lugares.
Com antepara = furgões estilo Berlingo, comerciais de 2 lugares estilo Clio Société.

Não estou ver nenhum carro com esse tipo de configuração, diga-me a marca, o modelo e a versão por favor para poder ver melhor.

Danilo em 02.10.2020. 10:58

Boas! como devo preencher a simulação de legalização sendo que o veiuculo a legalizar é um jipe 4x4, sem caixa de 2 lugares, com anteparra de origem com o motor 3.2 Diesel ?

Obrigado

FD em 30.09.2020. 11:04

@Theodorus Aarts em 30.09.2020. 10:25

Generally speaking, yes, a car can have a portuguese license plate if it has an (EU) COC.

Theodorus Aarts em 30.09.2020. 10:25

Hi. I hope we speak English.

A car with a COC but from a brand not on the market in Portugal wil it get a licence plate.

The car has a valid licence from Holland and a official COC. It's a Chinese car.

Kind regards
Dorus

FD em 21.09.2020. 11:22

@Joao em 21.09.2020. 10:54

Até 3 lugares, 4x4 ou não é igual, escolher "Caixa aberta 2/3 lugares".
A partir de 4 lugares, escolha "Caixa aberta 4-6 lugares" ou "Caixa aberta 4-6 lugares 4x4" conforme o caso.

Joao em 21.09.2020. 10:54

Bom dia.
Quero legalizar uma Nissan Navarra com tração 4x4. Se comprar uma King-cab, tem 3 ou 4 lugares, mas se comprar uma double-cab tem 5 lugares. Não sei ao certo qual a opção que devo selecionar para fazer a simulação do valor a pagar quer numa ou noutra situação. Podem-me ajudar?

FD em 15.09.2020. 19:47

@Antonio em 15.09.2020. 18:13

No simulador escolha a opção "Caixa aberta 2/3 lugares".

FD em 15.09.2020. 19:31

@Carlos em 15.09.2020. 00:43

Está noutra página: simulador ISV autocaravanas.

Antonio em 15.09.2020. 18:13

Boa tarde

No caso de uma pick up Navara Kingcab, de 3 lugares mas tração 4x4 quanto é que paga para se legalizar?

Ano: 2006
cilindrada: 2500
Diesel
co2: 226 g/km

Carlos em 15.09.2020. 00:43

Boa noite

Para importação de uma caravana
Qual tipo de veiculo devo selecionar para simular o custo? Comercial 2 lugares ou Furgão misto?

Possuo estas informações de uma caravana exemplo do site mobile de.
- Eigengewicht: 1955kg
- Höchstgewicht: 2800kg
- Zulässige Belastung: 845kg


Obrigado.

FD em 27.08.2020. 15:16

@chez em 27.08.2020. 14:59

Só pelo facto de ser Vauxhall invalida qualquer tipo de correspondência com os modelos Opel, mesmo que sejam exactamente iguais.

Vauxhall, como já deve saber, é uma marca comercializada exclusivamente no Reino Unido pelo que deve ser virtualmente impossível obter um número de homologação nacional.

O que precisa de fazer para ultrapassar isto é pedir ao IMT um procedimento chamado "homologação individual".
Custa 165€.
Deve reunir o máximo número de informação sobre o veículo (catálogos, ficha técnica, etc.) e fornecer esta documentação ao IMT. Nesta situação até pode fornecer as informações de um veículo igual Opel.

chez em 27.08.2020. 14:59

Olá,
Estou a tentar trazer e registar a minha carrinha comercial vivarro de 3 lugares de Inglaterra para Portugal. É uma van opel / vauhall. Vauxhall na Inglaterra está me dizendo que eu não consigo obter um COC, eles não eram problemas para minha van (2010). Estou lutando para descobrir se minha van está no banco de dados IMT, também há outro documento que posso fornecer diferente do COC. Qualquer conselho seria útil.
Muito Obrigado

Chez

FD em 02.07.2020. 09:49

@Pedro em 01.07.2020. 23:49

Por norma são mais poluentes.

Mas a verdadeira razão é que durante muito tempo eram beneficiados fiscalmente.
E por causa disso mesmo, eram usados como veículos particulares e até de lazer, em vez de serem utilizados como veículos de trabalho.

Daí resultou que o governo da altura (e todos desde aí concordam com essa política) resolveu taxa-los a meio termo entre os veículos de passageiros e os veículos de trabalho "puros" (aqueles que as pessoas não desejam utilizar como veículos particulares), de forma a que não compensasse serem usados como veículos de utilização particular.

Pedro em 01.07.2020. 23:49

Porque da existência de tanta discriminação negativa para os veículos 4x4?

FD em 01.07.2020. 20:38

@Filipe Janeiro em 01.07.2020. 13:05

(depois de analisar o livrete alemão)

Infelizmente, foi homologado como um veículo de classe M1 (campo J = M1G, M1 é veículo de passageiros, o G significa que é todo o terreno), ou seja, é um veículo de passageiros e paga pela tabela dos veículos de passageiros.

Faça a simulação no simulador de ISV de passageiros com a cilindrada de 2776cm3 e 194g/km de CO2. Pelo que vejo, pode também adicionar 500€ porque parece-me que na informação do livrete não há informação sobre a emissão de partículas (terá que ter o COC para confirmar se cumpre os limites).

Pagará perto de 20.000€ de impostos...

FD em 01.07.2020. 14:08

@Filipe Janeiro em 01.07.2020. 13:05

Em princípio, sim.
Se quiser envie a digitalização do documento para (endereço ocultado) e eu confirmo melhor.

Filipe Janeiro em 01.07.2020. 13:05

Boa Tarde,Reportando-me à resposta de 08-04-2020 (13:00) sobre a legalização do JEEP WRANGLER Unlimited (Longo de 4 portas) e de 5 lugares, e concretamente à sua legalização enquanto comercial 4x4, obtive da alemanha o documento da viatura.
Pergunto se seria possível anexá-lo para poder ficar melhor esclarecido sobre a questão?
Efetivamente na linha 14 da Carta Verde alemã consta a seguinte descrição:
EUROS;A; PI/CI; M, N1 I

Será este N1 o identificador que procuramos?
fjaneiro23@gmail.com

FD em 16.06.2020. 10:17

@Nuno Luis em 16.06.2020. 10:11

Sim, em princípio, sem COC, tem sempre que pedir a homologação em Portugal.

Esta homologação é ou não facilitada pela apresentação de documentação oficial - o certificado de homologação holandês. Se não houver qualquer documentação oficial, o processo complica-se.

A ser necessária vistoria, normalmente, esta é feita nos serviços do IMT ou num centro de inspecções.

Pode ler mais sobre isto aqui: importação de automóveis - homologação.

Nuno Luis em 16.06.2020. 10:11

Bom dia
Agradeço a informação e alertas.
Verifiquei que a viatura tem um certificado de homologação N1 no pais de origem, julgo que terei na mesma (na ausência de COC) de solicitar homologação em Portugal?
A eventual homologação nacional será efectuada num centro de inspeções ou terei de envolver a marca?

Obrigado
Nuno

FD em 15.06.2020. 11:25

@Nuno Luis em 13.06.2020. 08:54

Esse modelo nunca foi comercializado em Portugal (tanto quanto sei), pelo que não deve ter número de homologação nacional.
Se não tiver COC, terá que ser sujeito a um processo de homologação individual (165€) mas, em princípio, não precisará de mais nada que o livrete holandês.
Poderá no entanto ser-lhe pedida a ficha de homologação original da Holanda.

O ideal é ter o COC, evita mais burocracia e gastos - eu insistia na sua obtenção junto do vendedor.

Nuno Luis em 13.06.2020. 08:54

Bom dia,

Estou a pensar admitir um veiculo 4x4 (tipo Audi Q7) com livrete holandes para utilização comercial, tem 2 lugares e antepara a separar os 2 lugares do resto do veiculo. Dado que este tipo de veiculo não existe em Portugal, bastará para efeitos de tributação em sede de ISV as caracteristicas inscritas no livrete holandês ou será necessária alguma homologação nacional ou em ultima instancia um COC?

Agradeço antecipadamente

Nuno

FD em 01.06.2020. 10:17

@João Harteley em 31.05.2020. 23:19

A classificação N1 pode ter sido obtida exclusivamente para Portugal pelo importador, para poder usufruir de um tratamento fiscal mais abonatório à data da importação, cujas regras podem entretanto ter mudado, ou seja, que já não sejam possíveis de usufruir hoje.

Assim, é perfeitamente natural que noutros países a classificação seja diferente.
O que lhe interessa é sempre a classificação que consta da unidade, e só dessa unidade, que pretende comprar/importar.
Ou seja, regra geral, não se deve guiar pelo que existe em Portugal.

Se M1, só pode fazer o cálculo dos impostos com recurso ao simulador de ligeiros de passageiros.
Se N1 (se tem 5 lugares, em princípio é um veículo misto de mercadorias), pode fazer o cálculo com recurso a ambos os simuladores e escolher a opção que lhe for mais favorável.

Para simular aqui, o tipo de carroçaria a escolher é o "Outros", porque penso que a Caddy (não sei se existiram versões longa e com tecto alto) não cumpre os critérios para ser considerado "Furgão misto".

Nestes casos mais ambíguos, convém sempre confirmar junto da alfândega (se possível, pessoalmente), o total de ISV a pagar antes de comprar/importar - peça uma cópia dos documentos do veículo ao vendedor e vá à "sua" alfândega pedir ajuda.

João Harteley em 31.05.2020. 23:19

Boa noite,

Estou a considerar a aquisição de uma VW Caddy 1.9 TDi de 2006 no estrangeiro, visto que existem algumas em território português com classificação N1 sendo de 5 lugares, gostaria de saber em que tipo de carroçaria se enquadra esta viatura neste simulador. Desde já agradeço a atenção dispensada.

Cumprimentos,
João Harteley

FD em 25.05.2020. 13:04

@Ricardo em 24.05.2020. 21:31

Em princípio, é um ligeiro de passageiros.
Poderia ter direito ao desconto "monovolume" se não tivesse tracção às quatro rodas e tivesse mais de 2.500kg de peso bruto. Sendo a versão 4Motion, está excluída deste benefício, mesmo que tenha mais de 2.500kg de peso bruto.

Pode ser considerada comercial mista se a capacidade de carga (kg) for superior à capacidade de transporte de passageiros (kg).
A forma mais simples de saber isto é através da documentação do carro - veja no livrete original se é um veículo tipo M1 - ligeiro de passageiros - ou tipo N1 - ligeiro misto.

Se for M1, tem que usar o simulador de ISV para ligeiros de passageiros, se for N1, em princípio, pode usar qualquer um dos simuladores e ver qual é mais compensador para si.
Se for N1, no simulador desta página tem que escolher a opção "Outros" no campo "Tipo de Carroçaria".

Outra alternativa, é saber como é classificada pelo importador português, que normalmente escolhe a opção fiscalmente mais vantajosa (apesar do veículo ser de 2014 e de entretanto já terem sido feitas alterações à legislação).

Ricardo em 24.05.2020. 21:31

Boa tarde,

Estou a pensar comprar uma VW Transporter 9 lugares 4motion 2014 mas estou com dúvidas em que categoria se enquadra.. comercial ou monovolumes?ou Ligeiro de passageiros?
Cumprimentos
Ricardo

FD em 09.05.2020. 16:04

@Marcio em 09.05.2020. 05:37

Leia por favor: impostos na transformação de um veículo comercial num veículo de passageiros.

Marcio em 09.05.2020. 05:37

Boa noite,
Após navegar na net e ter varias questões fui direcionado a este site.
Procuro legalizar/transformar o meu comercial Peugeot 205 XAD de 1991 em ligeiro de passageiros.
É um carro de 2 lugares, mas gostava de lhe dar mais uso com a familia.
Quais os calculos que tenho que fazer? Ja está na familia há varios anos.

Outra questao é, como obtenho um plano de transformação? Peugeot 205 saiu com uma versao de passageiros o XRD. Isso ajuda?
Se nao conseguir o plano de transformacao, qual será o passo seguinte?
Obrigado pela ajuda.

FD em 08.04.2020. 13:30

@Tiago Silva em 08.04.2020. 13:00

Estava a pensar que seriam como o Land Rover Defender 130... mas já vi que não. :)

Tiago Silva em 08.04.2020. 13:00

Boa Tarde,

Penso que com a excepção do novo modelo, os Wranglers saíram homologados já do fabricante como Pick-ups.
A explicação vai de encontro ao que tinha em mente e muito obrigado pela explicação pormenorizada.

"É importante chamar à atenção que se a documentação disser que tem caixa aberta, se a cobertura da caixa for amovível, pode ser considerado caixa aberta - como me parece ser o do caso que usou como exemplo (apesar de, na prática, não ser propriamente "caixa aberta")...Será difícil encontrar esta configuração própria do mercado português noutros países..."
É bastante comum e inclusive é uma característica destes carros.


Foi bastante claro, Obrigado!

FD em 08.04.2020. 12:07

@Tiago Silva em 08.04.2020. 11:06

Esta questão é um pouco confusa porque a legislação que tipifica um veículo é diferente de propósito para propósito.

Há legislação que diz que esse carro é ligeiro de passageiros.
Depois, há outra legislação que o classifica como misto.
Depois, há mais legislação que... por aí adiante, já percebeu a ideia.

Mesmo em relação ao IUC e ao ISV pode haver entendimentos um pouco diferentes de que tipo de veículo é. Por exemplo, sabia que é possível legalizar um veículo comercial com recurso às tabelas de ISV de um veículo de passageiros?

O que interessa aqui é: como é que o carro foi homologado? Como é que o fabricante o classificou?
Para esta discussão interessam dois tipos: M1 (passageiros) ou N1 (comerciais).
Se tiver sido homologado como tipo N1 - deve consultar o COC ou o livrete para saber - pode usar qualquer um dos simuladores de ISV, o de passageiros ou de comerciais (que está nesta página) - veja qual compensa mais.
Se tiver sido homologado como tipo M1, só pode ser legalizado como ligeiro de passageiros.

Se o carro for M1 terá que pagar o IUC de ligeiros passageiros.
Se for N1 pagará o IUC como comercial, mesmo que o tenha legalizado com recurso às tabelas de ISV de ligeiros de passageiros.
O IUC dos comerciais é pago tendo como critério unicamente o peso bruto, sendo significativamente inferior ao dos veículos de passageiros.

Depois, dentro do ISV, há uma tabela simples que apenas taxa a cilindrada, com diversas deduções aos diferentes tipos de veículos.
Regra geral paga-se 100% dessa tabela.
Porém, há certos veículos, com uma configuração específica, que recebem algumas deduções. Normalmente, essas deduções excluem sempre veículos 4x4 mas, há uma excepção - a das pick-ups 4x4, que pagam 50%.
Pode ver a classificação simplificada aqui: tabela B ISV.
No entanto, o ideal é ler a lei para perceber exactamente os critérios: artigos 8.º e 9.º do Código do ISV.

De forma simples: para que esse carro 4x4 com 4 a 6 lugares pague o mínimo possível de ISV, as características do mesmo devem ser estas (com a documentação a corroborar): tem que ser um ligeiro de mercadorias (tipo N1) e tem que ter caixa aberta (caixa fechada está excluída) ou não ter caixa.
É importante chamar à atenção que se a documentação disser que tem caixa aberta, se a cobertura da caixa for amovível, pode ser considerado caixa aberta - como me parece ser o do caso que usou como exemplo (apesar de, na prática, não ser propriamente "caixa aberta"), que deve ter sido adaptado pela marca em especial para Portugal a pedido do importador, exactamente para poder pagar menos ISV. Será difícil encontrar esta configuração própria do mercado português noutros países...

Às vezes é difícil fazer corresponder o anúncio de venda noutro país ao que a legislação portuguesa diz mas é algo que vai ter que fazer para poder perceber se compensa ou não a importação. Por isso mesmo, peça sempre cópia da documentação para poder perceber se o veículo pretendido se enquadra ou não nos regimes fiscais mais interessantes.
Depois, convém sempre confirmar junto da AT se é possível a legalização com as classificações mais interessantes - o que digo aqui é dito na generalidade, nestes casos mais esquisitos, antes de importar convém sempre confirmar tudo oficialmente.

Eu disse que era confuso... :)

Tiago Silva em 08.04.2020. 11:06

Boa Tarde,

Estou em análise para comprar um wrangler de 5p. Em vários anúncios em Portugal reparei que certos modelos (penso que nos JK) por serem considerados pick ups pagam entre 50-65 euros de iuc depende do do ano. Ora a minha pergunta é a seguinte: para efeitos de cálculo de isv é considerado pick up, e portanto caixa aberta 4-6 lugares 4x4?
A diferença é astronómica e como em muitos casos não faz sentido... se for considerado pick up pelas minhas contas rondará 5000€-6000€ se não for são a volta de 30 000€.

Eis um exemplo: https://www.standvirtual.com/anuncio/jeep-wrangler-2-8-crd-atx-sahara-200-cv-ID8OLd5M.html#d01e338f27

Obrigado pela ajuda!

Cumprimentos.

FD em 24.03.2020. 12:26

@Wilson Silva em 24.03.2020. 11:06

E o número de lugares - 5 - está inscrito da documentação francesa? Estranho...

De qualquer forma, pode legalizar o carro, no que ao ISV diz respeito, pela tabela dos ligeiros de passageiros (tabela A). Para tal, use o simulador de ISV de ligeiros de passageiros.

Diz o Código do ISV:

Artigo 7.º
Taxas normais – automóveis

1 – A tabela A, a seguir indicada, estabelece as taxas de imposto, tendo em conta a componente cilindrada e ambiental, e é aplicável aos seguintes veículos:

a) aos automóveis de passageiros;

b) aos automóveis ligeiros de utilização mista e aos automóveis ligeiros de mercadorias, que não sejam tributados pelas taxas reduzidas nem pela taxa intermédia.

Como esse carro não é tributado pelas taxas reduzidas ou intermédias, pode pagar ISV como se fosse um ligeiro de passageiros.
No entanto, também o pode legalizar pela tabela B (mercadorias), nesse caso, simule aqui nesta página usando como tipo de veículo "Outros".
Veja qual é o mais compensador para si.

Wilson em 24.03.2020. 11:11

Porque foi esta a mensagem que recebi do centro onde estou a tratar da homologação nacional.

"Bom dia,

Segundo a documentação francesa, no ponto (J), o mesmo indica que a viatura é de classe N1, ou seja, ligeiro de mercadorias.

Obrigado."

Wilson Silva em 24.03.2020. 11:06

Boa dia,

Gostava de saber o enquadramento de um furgão Citroën Berlingo 1.6 HDI, com 5 lugares.
e quanto pagaria de legalização
1560 cilindrada
de 2010

Obrigada

FD em 16.03.2020. 11:37

@Ricardo em 15.03.2020. 20:58

Deve escolher a opção "Outros".

Ricardo em 15.03.2020. 20:58

Olá,
Tenho uma duvida em relação a Land Rover Defender 110TDI Tecto Duro Comercial, ou seja de 2 Lugares do ano 2000.
Qual o enquadramento?
Tem 4X4 mas tem 2 lugares e atrás é fechado.
Como posso fazer a simulação

FD em 06.03.2020. 11:26

@Teles em 06.03.2020. 01:49

O número de lugares é indiferente, desde que cumpra os seguintes critérios:

automóveis ligeiros de utilização mista que, cumulativamente, apresentem peso bruto superior a 2300kg, comprimento mínimo da caixa de carga de 145 cm, altura interior mínima da caixa de carga de 130 cm medida a partir do respetivo estrado, que deve ser contínuo, antepara inamovível, paralela à última fiada de bancos, que separe completamente o espaço destinado ao condutor e passageiros do destinado às mercadorias, e que não apresentem tração às quatro rodas, permanente ou adaptável;

Teles em 06.03.2020. 01:49

Boa noite gostaria de saber so forgão misto vai até quantos lugares, se forgão de 9 lugar esta nessa categoria para legalizar obrigado

FD em 04.03.2020. 10:56

@Diamantino em 03.03.2020. 12:01

Escolha o tipo caixa aberta 2/3 lugares - abrange 4x4 e sem 4x4.

Diamantino em 03.03.2020. 12:01

Bom dia,
No simulador não existe : Ligeiros de mercadorias de caixa aberta 4x4 de dois ou Três lugares, será que pagam o mesmo das de 4 ou 5 Lugares?

FD em 16.02.2020. 11:20

@Marco em 14.02.2020. 17:52

Sim, confirmo, é assim que deve fazer.

Marco em 14.02.2020. 17:52

Boa tarde
Gostaria de confirmar exemplo:

-Ford Ranger 5 Lugares 4x4 (pick up)
-Mitsubishi L200 5 lugares 4x4 (pick up)
-VW Amarok 2.0tdi 5 Lugares (pick up)


Para fazer a simulação selecionamos

- Caixa Aberta 4-6 lugares 4x4
-preenchemos a cilindrada (ex: 2200cc)
-ano 2014

Valor a pagar ISV 3383.10€

Ou seja todas as pick up 4x4 selecionamos “caixa aberta 4-6 lugares 4x4 ?

Obrigado pela ajuda

FD em 14.02.2020. 10:16

@Ricardo Fernandes em 14.02.2020. 09:39

Leia por favor: impostos na transformação de um veículo comercial num veículo de passageiros.

Ricardo Fernandes em 14.02.2020. 09:39

Viva!

Tem alguma informação acerca dos valores fiscais para transformar um ligeiro de mercadorias c/3 lug em 5 lugares?
A viatura é uma VW Caddy.

obrigado!

FD em 03.02.2020. 18:11

@Paulo Rocha em 03.02.2020. 16:11

Em princípio, com 5 lugares, é um ligeiro de passageiros.
Calcular legalização: simulador ISV.

Paulo Rocha em 03.02.2020. 16:11

Boa Tarde,

Gostava de saber o enquadramento dum furgão Citroën Berlingo 1.6 HDI, com 5 lugares.
e quanto pagaria de legalização
1560 cilindrada
de 20515

Obrigada

Escrever um comentário ou colocar uma dúvida

POR FAVOR leia a página toda antes de fazer perguntas que já estão respondidas no texto principal! Obrigado.

:

:

:


Em que ano é que estamos?

Por uma questão de rapidez na resposta e de poupança de espaço, considere que as minhas respostas incluem sempre os normais cumprimentos. :)

Acerca do impostosobreveiculos.info | Contacto

Todas as informações pretendem ser de leitura clara, simples e acessível, com o objectivo de constituirem um primeiro acesso à informação pretendida.
Por essa razão, poderão não ser totalmente completas ou tecnicamente exactas. No entanto, são dadas de boa fé e com base fundamentada na legislação em vigor.
Devido ao contexto e unicidade de cada caso, sempre que necessário, todas as informações deverão ser validadas por escrito junto da entidade oficial responsável.

Todos os direitos reservados - é permitida a cópia ou reutilização de partes deste sítio desde que seja atribuída a sua origem e autoria.
Política de Privacidade e de Tratamento de Dados Pessoais