Alterações ao Imposto Sobre Veículos em breve?

A Comissão Europeia comunicou hoje:

Fiscalidade: A Comissão insta Portugal a ter em conta a desvalorização real na tributação dos veículos em segunda mão

A Comissão instou formalmente Portugal a alterar a sua legislação sobre a tributação dos veículos usados importados. O cálculo do valor tributável dos veículos usados introduzidos em Portugal em proveniência de outro Estado-Membro não tem em conta o valor real do veículo. Não é tida em conta qualquer desvalorização antes de o veículo ter um ano de idade nem qualquer desvalorização adicional no caso de veículos com mais de cinco anos. Esta situação pode levar a uma tributação superior à que é aplicada aos veículos adquiridos no mercado nacional. O pedido da Comissão assume a forma de um parecer fundamentado (segunda fase de um processo por infração). Na ausência de resposta satisfatória no prazo de dois meses, a Comissão poderá interpor recurso contra Portugal no Tribunal de Justiça da União Europeia.

(para mais informações: E. Traynor - Tel. +32 229 21548 - Telemóvel +32 498 98 3871)

//europa.eu/rapid/press-release_MEMO-14-36_pt.htm

É de esperar algumas alterações na forma como a tributação de veículos importados é feita. Estas alterações poderão não acontecer a curto prazo mas, é possível que num prazo de 1 a 2 anos haja mudanças na legislação.

Continuaremos a acompanhar o caso.

23.01.2014. 14:49

Antonio em 02.10.2016. 19:37

Olá a todos.
Queria só dizer uma coisa a todos vos e a esse pais de corruptos.
Sou imigrante a 30 anos, queria comprar um carro em Portugal para quando vou de férias no inverno, mas visto que o pais ainda é governado por um bando de corruptos ,acho que vou esperar mais alguns anos antes de o fazer.
pode ser que daqui até lá as coisas mudem para melhor.
Desta maneira, o pais nunca pode competir com pais nenhum da união Europeia.

joaquim em 23.09.2016. 21:00

eu tenho um bmw 535d 2004 eu pago 674€isto so corruptos

Fernando em 30.08.2016. 21:58

Antonio Silva 30_08_2016
Eu tenho um Audi a3 pago por ano de imposto 215 euro o carro e importado do ano 2002 quando o mesmo carro nacional paga 4o euros isto é um bando de vigarista o Zé bolinho é que tem de pagar os luchos que esse chulos querem

Luis Pedro em 06.07.2015. 17:51

Isto é pura e total discriminação e que eu saiba discriminação é ilegal.
Penso que a pergunta mais importante para a qual devemos procurar a resposta é a razão pela qual um Opel Corsa de 2004 matriculado em 2015 pagar o dobro do imposto de um Opel Corsa de 2004 matriculado em 2004.

Luis Pedro em 06.07.2015. 17:48

Isto é pura e total discriminação e que eu saiba discriminação é ilegal.
Penso que a pergunta mais importante para a qual devemos procurar a resposta é a razão pela qual um Opel Corsa de 2004 matriculado em 2015 pagar o dobro do imposto de um Opel Corsa de 2004 matriculado em 2004.

Tiago em 14.12.2014. 08:41

O ridiculo é que para calculo do isv,é considerada a idade do carro e o co2!
E para calculo do iuc é a data da matricula.
Concluindo,pagam muito isv pello co2 elevado,porque teem varios anos!
Pagam muito iuc porque a matricula é nova!
Autentica descriminação autentico roubo.

J.AFONSO em 10.12.2014. 18:38

Na origem dos altos impostos que se pagam em PORTUGAL,deve-se ao excesso de pessoal a todos os níveis, aos institutos
onde se entra, sem concurso ao excesso de ppp aos gastos das CAMARAS MUNICIPAIS, QUE T~EM BATALHÕES DE PESSOAL ,AO

encerramento de muitas firmas, que deixam de pagar impostos á entrada de produtos com baixas taxas alfandegarias, por tudo isto e muito mais, não há trabalho, o estado não arracada os im postos para fazer face ás despesas e aos juros da divida publica., ENTÃO ONDE É QUE O ESTADO VAI BUSCAR DINHEIRO.? ao automóvel , aos combustíveis e ás nossas habitações. que começo a ter duvidas se elas são nossas. Depois 30 anos de pagamento ao banco, agora aparecem a dizer-mos , que a casa não é nossa.pois se não pagamos o IMI , digo o aluguer , vende-nos a casa.

Nara em 27.11.2014. 17:31

Quando comprei meu carro em 2007 fui as finanças pagar o selo e quando cheguei ao caixa um funcionario das finanças que estava me atendendo virou se e disse me com cara de gozo: Que carro a sra tem?? um Lamborguini?? Eu que já estava a arrebentar pelas costuras de pagar quase 500 euros de selo eu virei em furia e lhe respondi: Não, este é um simples carro familiar que uma mãe de familia usa para se deslocar para TRABALHAR e o SAFADO DE TEU GOVERNO QUE ROUBA NOS DENTRO DA LEI...Fechei a cara e sai...
Sem vergonha e cabroes e ainda gozam com a cara da gente...

Nara em 27.11.2014. 17:24

Vcs sabem porque o tempo corre e nada muda??? PORQUE A UNIÃO EUROPEIA INSTALOU UM PROCESSO SIM EM CIMA DE PORTUGAL MAS TODA VEZ QUE PORTUGAL É ACIONADO, ELES PAGAM A MULTA A UNIÃO EUROPEIA E CONTINUAM A COBRAR ESTA VERGONHA DE IUC...O GOVERNO DIZ QUE É MAIS "BARATO" PAGAR AS COIMAS DA UNIÃO DO QUE BAIXAR O IMPOSTO PARA OS TROUXAS DOS CIDADÃOS PORTUGUESES E ESTE MALDITO GOVERNO SAI SEMPRE RINDO E NÓS AQUI PARADOS SÓ PAGANDO O QUE ESTES AMALDIÇOADOS DITAM.
Será que ninguem pode fazer nada???

Marcos Vieira em 31.10.2014. 12:14

Boa dia

Das duas uma ou eu sei ler muito mal ou neste pais ninguem sabe o que faz. Vem aqui a dizer que portugal foi instigado pela comissão europeia a mudar as normas do ISV, mas pelo que eu tenho lido e já venho a ler a alguns tempo visto me sentir injustiçado pela empresa que me vendeu o carro assim como pelas leis deste país,como é possivel pagar quase 10 vezes mais imposto que outra pessoa que tenha um carro igual ao meu. As alterações não deviam ser sobre o ISV mas sim sobre o IUC.

http://www.dn.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1481640

Fernando Canastra em 21.09.2014. 22:17

Já passou algum tempo em que esta notícia saiu e ainda não se viu nada... Sejamos realistas, em Portugal nunca se baixam impostos. Todo o dinheiro que o Estado recebe é pouco para sustentar os caprichos das festanças e viagens que os políticos fazem. E ainda têm os chorudos ordenados dos nomeados, assessores e secretários para pagar!
Esqueçam lá isso!!!
Viva A Nação!

Aexandre Reis em 22.04.2014. 11:41

Muito bem. Pago mais de €700/ano por um BMW do ano 2000 matriculado em 2008.
É um absurdo tendo em conta que o principio do imposto é a cilindrada (não sei o que pretendem medir com este fator) e o CO2 emitido já que faço menos de 5000km/ano com este carro.
Um carro com valor comercial baixo e que pouco utiliza muito pouco da infraestrutura do Estado é discriminado como se fosse algo de repelente e indesejável.

Escrever um comentário


Por manifesta falta de tempo, não me é mais possível responder às questões colocadas, como acontecia até agora. Tenha isso em consideração quando colocar o seu comentário, obrigado.
COMENTÁRIOS COM LINGUAGEM IMPRÓPRIA SERÃO APAGADOS!

:

:

:


Em que ano é que estamos?